Usina de Itaipu, em Foz (PR), supera 30 mil visitantes em julho

|

PANROTAS / Leonardo Ramos
A visitação aos atrativos da Itaipu levou 30.025 pessoas à usina, ao longo do mês de julho, confirmando a retomada da movimentação turística em Foz do Iguaçu (PR). Em função das restrições impostas pela pandemia da covid-19, foram apenas 579 visitantes no mesmo mês, em 2020. Na ocasião, o Complexo Turístico Itaipu funcionou somente dos dias 22 a 30 de julho.

A Visita Panorâmica, com um giro externo pela usina, recebeu 21.642 visitantes. No Ecomuseu, foram quase 5 mil pessoas (4.817). O Refúgio Biológico Bela Vista, uma experiência em meio à natureza, teve 3.379 turistas. Para fechar, as visitas institucionais - oferecidas a instituições de ensino e autoridades - receberam 187 pessoas.

Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, Foz tem saído na frente ao estimular o Turismo, de forma segura, e se preparando para receber ainda mais pessoas no cenário pós-pandemia. A segunda edição da campanha "Vem pra Foz!", lançada pela Itaipu Binacional com apoio do trade turístico, tem ajudado nesta construção, segundo o diretor.

O investimento se refletiu também na visitação das Cataratas do Iguaçu, uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza. Em julho deste ano, 56.819 pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu – procura 104,83% maior que em junho, com 27.739 visitantes.

Com a volta do movimento turístico, o Aeroporto de Foz do Iguaçu está operando com 21 voos diários. Neste mês, algumas datas já contam com 26 pousos e decolagens. Ao todo, serão 666 voos e decolagens. O terminal de Guarulhos (São Paulo) é a principal origem e destino dos voos de Foz do Iguaçu. A planilha da Infraero revela outros destinos como Congonhas (SP), Viracopos (RJ), Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA