EUA diminuem risco do Brasil de 'muito alto' para 'alto'

|

Pixabay
Os Estados Unidos acabam de amenizar a situação do Brasil em relação à pandemia do novo coronavírus. O Brasil agora é considerado de risco “alto” e deixou de ser “muito alto”, na avaliação do Centro de Controle de Doenças (CDC). Na categoria anterior, o governo alertava que viagens para cá fossem evitadas. Agora, pede que os cidadãos estejam totalmente vacinados ao viajarem para território brasileiro.

No site do CDC, o órgão informa que viajantes não vacinados devem evitar viagens não essenciais ao Brasil e que, devido à situação atual no País, todos os visitantes podem estar em risco de obter e espalhar variantes da covid-19.

Já a página da Embaixada dos EUA no Brasil informa que o País passou para o Nível 3 nos conselhos de viagens, que diz para reconsiderar o deslocamento. Vale ressaltar que viajantes estrangeiros que desejarem entrar em solo brasileiro precisam apresentar um teste negativo para a covid-19.

BRASILEIROS NOS EUA
No entanto, apesar da nova classificação do País, brasileiros continuam não sendo liberados a entrar diretamente nos Estados Unidos.

Entre as restrições impostas a cidadãos do Brasil, ainda está em vigor a necessidade de quarentena de 14 dias em um terceiro país, como México, além da apresentação de testes negativos para a covid-19.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA