Viagens a partir do Canadá exigirão comprovante de vacina

|

A partir de 30 de outubro, o governo canadense exigirá que todos os viajantes aéreos partindo do Canadá e passageiros em trens interprovinciais sejam vacinados contra a covid-19. A nova política, anunciada pela primeira vez em agosto, afetará todos os viajantes comerciais, passageiros em trens entre as províncias e de navios de cruzeiro. O país também está exigindo que os empregadores dos setores de transporte aéreo, ferroviário e marítimo regulamentados pelo governo federal estabeleçam mandatos de vacinas até esta data.

Unsplash
Viagens a partir do Canadá exigirão comprovante de vacina contra a covid-19
Viagens a partir do Canadá exigirão comprovante de vacina contra a covid-19
A exigência da vacina não se aplica a crianças com menos de 12 anos. Um curto período de transição permitirá que os viajantes que estão em processo de vacinação embarquem se apresentarem um teste molecular dentro de 72 horas da viagem, mas apenas até 30 de novembro.

"Se você ainda não tomou as vacinas, mas quer viajar neste inverno, vamos ser claros. Haverá apenas algumas exceções extremamente restritas, como uma condição médica válida", disse o primeiro-ministro Justin Trudeau em uma entrevista coletiva ontem (6). "Para a grande maioria das pessoas, as regras são muito simples: para viajar, você tem de ser vacinado."

Portanto, a nova política de viagens se aplica a:
  • passageiros em voos domésticos, transfronteiriços ou internacionais partindo de aeroportos canadenses;
  • passageiros nos trens VIA Rail e Rocky Mountaineer;
  • viajantes em navios de passageiros não essenciais, como navios de cruzeiro, em viagens de pelo menos 24 horas de duração;
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA