St. Maarten dispensa teste de covid-19 de visitantes vacinados

|

Divulgação
St. Maarten dispensa teste de covid-19 de turistas vacinados
St. Maarten dispensa teste de covid-19 de turistas vacinados
Desde o último dia 1º, viajantes vacinados não precisam mais apresentar testes de covid-19 para entrar no lado holandês da ilha de Sint Maarten. A decisão é do ministro da Saúde Pública, Desenvolvimento Social e Trabalho da ilha, Omar Ottley. O comprovante da imunização, contudo, ainda precisa ser apresentado e as vacinas aceitas pela administração do destino são: Janssen (Johnson & Johnson), Moderna, Oxford/AstraZeneca, Pfizer/BioNTech. (Aprovado pela FDA), Sinopharm (Pequim) BBIBP e Sinovac/CoronaVac.

Para ser dispensado da apresentação de exames, o turista precisa ter completado o esquema vacinal com os imunizantes listados acima.

O ministro de Sint Maarten defendeu a vacinação como chave para a volta das viagens afirmando que a aplicação permite que o corpo combata o vírus assim que a infecção passe da cavidade nasal para a corrente sanguínea. Doenças graves são evitadas com a vacinação, pois o organismo estará mais bem preparado para combater o vírus.

Em Sint Maarten/Saint-Martin, há uma taxa de mortalidade registrada de 1,6%, na qual 0,04% foram totalmente vacinados. Uma porcentagem semelhante é registrada para o número de hospitalizações de pessoas completamente imunizadas. "Isso mostra que a vacina é altamente eficaz e que podemos avançar no sentido de permitir a entrada de pessoas totalmente vacinadas sem a necessidade de um teste", disse Ottley.

O Ministro Ottley anunciou que seu plano de curto prazo é desenvolver também o Certificado Digital covid-19 (DCC) de recuperação do coronavírus, que permite que as pessoas registrem suas infecções anteriores e mostram prova de imunidade natural.

O lado francês da ilha abriu para brasileiros em setembro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA