Chile suspende teste obrigatório ao chegar no país

|

Chile suspende teste obrigatório ao chegar no país
Chile suspende teste obrigatório ao chegar no país
O Chile acaba de alterar suas regras de entrada e, agora, o teste PCR ou antígeno ao chegar no país não é mais obrigatório aos turistas vacinados. No entanto, ao ingressar no destino, os visitantes estão sujeitos a testes aleatórios. Com isso, o viajante que fez o de antígeno deverá aguardar o resultado no ponto de entrada.

Já o resultado negativo de teste PCR feito 72 horas antes do embarque continua sendo necessário. Em voos com escala, o horário é considerado desde o último embarque. No caso de entrada por via terrestre, o período não pode ser superior a 72 horas desde a coleta da amostra. Este teste é requerido a crianças (a partir de 2 anos) e adultos.

Além disso, o esquema completo de vacinação (duas doses) deve ser homologado antes de entrar no Chile, em www.gob.cl/yomevacuno/. O período de homologação será informado ao viajante no momento de fazer a solicitação, procedimento este que pode demorar até 30 dias corridos.

Estrangeiros não residentes que cumpram qualquer requisito excepcional do Decreto 102 do Ministério do Interior podem entrar independentemente de seu estado de vacinação, mas devem passar por um teste de PCR e ficar em quarentena durante sete dias depois da chegada. Crianças não residentes com menos de seis anos que não tiveram acesso à imunização também podem entrar no país.

Outro requisito é o preenchimento eletrônico do formulário “Declaração Juramentada de Viajante” que deve ser feito até 48 horas antes do embarque. O formulário está disponível neste link. Os viajantes devem preencher o documento e anexar o resultado do teste PCR negativo realizado 72 horas antes do embarque.

Também é necessário contratar um seguro-viagem com cobertura mínima de US $ 30 mil e que cubra qualquer despesa causada pela covid-19.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA