Brasileiros enfrentam dificuldade com documento de entrada no México

|


Divulgação
Autoridades mexicanas relatam instabilidade no sistema eletrônico do Instituto Nacional de Migração
Autoridades mexicanas relatam instabilidade no sistema eletrônico do Instituto Nacional de Migração
Brasileiros têm encontrado dificuldades para emitir a autorização eletrônica que permite a entrada em cidades mexicanas. O problema, segundo já admitem autoridades do Turismo mexicano, foi identificado hoje (3) e vem de uma instabilidade no sistema eletrônico do Instituto Nacional de Migração. A oscilação ainda não tem previsão para ser solucionada.

A questão já foi também identificada por viajantes e operadores brasileiros que, em contato com a Braztoa, informaram que o próprio consulado está sem sistema de emissão. Esses associados acreditam que a instabilidade deve impactar quem precisa do visto eletrônico para viagens próximas.

Uma nota emitida pelo Consulado Geral do México em São Paulo informa sobre a situação. Veja abaixo:

"O Consulado Ceral do México em São Paulo informa que o sistema de autorizações eletrônicas do Instituto Nacional de Migração continua com problemas. Até o momento, não há nenhuma estimativa de quando ele retornará à normalidade.

Para evitar problemas nas viagens ao México, sugere-se a a solicitação de visto pelo sistema de agendamento https://citas.sre.gob.mx/ aos cidadãos brasileiros com viagens agendadas para o país.

O Consulado somente pode emitir vistos a pessoas que estejam com agendamento marcado. Qualquer outro tipo de visita ao Consulado não gera nenhum efeito.

O Consulado habilitará mais horários de agendamento para receber solicitações a partir da próxima segunda (06 de junho). Os solicitantes devem cumprir com os requisitos assinalados na página https//consulmexsre.gob.mx/saopaulo/index.php/tramitesmenu/vistoEmenu?id=-52.

Os portadores de passaporte brasileiro que contem com vistos válidos para o Canadá, Estados Unidos, Japão, Reino Unido ou Espaço Schenguen podem entrar no México sem autorização eletrônica, nem visto mexicano.

O Consulado reitera que não tem nenhum controle sobre o sistema de autorizações eletrônicas e que não assume nenhuma responsabilidade pelas perdas de reservas de passagens de avião, hotéis nem quaisquer
outros prejuízos.

Reforçamos também que a decisão final sobre a entrada de qualquer estrangeiro ao México é competência dos agentes do Instituto Nacional de Migração nos pontos de entrada do país".


Observando o ocorrido, a Braztoa emitiu um comunicado expressando preocupação. Confira a seguir:

"Acabamos de ser alertados por um de nossos associados que o sistema de emissão de vistos eletrônicos do Consulado do México está com instabilidade – o próprio Consulado está sem sistema para emissão de vistos, significando que viajantes que tiveram o visto negado ou ainda sem resposta do sistema online não conseguem suporte do Consulado no Brasil. Isso impactará quem precisa do visto eletrônico para viagens próximas".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA