Embratur defende promoção conjunta da América do Sul na China

|

Divulgação Embratur/ Pablo Peixoto
Representantes brasileiros e chineses na Embaixada
Representantes brasileiros e chineses na Embaixada
Em um encontro com o embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, a presidente da Embratur, Teté Bezerra, reforçou a integração entre países da América do Sul para promoção turística no País.

Na reunião, foram discutidas futuras parcerias e a realização do Festival da Lua Cheia, que ocorrerá dias 23 e 24 de setembro, em Foz do Iguaçu (PR).

A presidente da Embratur manifestou apoio na divulgação do evento que será promovido pelo governo chinês e destacou a importância de desenvolvimento de ações conjuntas, especialmente, no que diz respeito à promoção da cidade paranaense.

Foram destacadas também as ações em desenvolvimento pela Embratur no mercado como a participação do instituto, em maio deste ano, na ITB China, e a realização de roadshows em Pequim, Xangai, Cantão e Hong Kong.

“Este é um destino que abriga um dos principais atrativos de ecoturismo e Turismo de aventura do Brasil: as Cataratas do Iguaçu. Elas estão entre os produtos mais completos para esse tipo de atuação, pois ela é compartilhada por três países sul-americanos Brasil, Argentina e Paraguai. Além disso, é um lugar ideal para o turista chinês, que busca, em sua maioria, destinos do segmento de ecoturismo”, afirma Teté.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, aproveitou para entregar uma carta ao embaixador chinês, na qual ele convida o ministro da Cultura e Turismo da China para participar do festival em Foz do Iguaçu (PR). A ideia é promover um encontro entre os representantes das pastas dos países do Mercosul e os representantes do governo chinês, e desenhar uma melhor atuação para promoção turística entre os mercados.

Lummertz também informou aos presentes que, em encontro com o presidente Michel Temer, apresentou a proposta de vistos eletrônicos para países de longa distância, como a China.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA