ECONOMIA E POLÍTICA

Bolsonaro promete mais ações para Turismo em novo encontro


Divulgação/FBHA
Jair Bolsonaro recebe Alexandre Sampaio (CNC e FBHA) e Sonia Chami (Rio CVB)
Jair Bolsonaro recebe Alexandre Sampaio (CNC e FBHA) e Sonia Chami (Rio CVB)
Convidado pelo empresário Paulo Marinho para um encontro com Jair Bolsonaro, Alexandre Sampaio, da CNC e FBHA, esteve ontem à tarde com o candidato pelo PSL, acompanhado da presidente do Rio CVB, Sonia Chami. “Foi um encontro informal e rápido, mas o candidato Bolsonaro disse que o Turismo precisará de várias ações para se recuperar”, disse Sampaio.

O presidente da FBHA e do Conselho de Turismo da CNC disse que Jair Bolsonaro leu o documento entregue pelas entidades da indústria e que está ciente de que o Brasil recebe menos turistas de que poderia. Para isso promete ampliar o número de países com visto eletrônico, medida que já se mostrou eficiente para países como Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália.

A questão da segurança, claro, é a grande bandeira de Bolsonaro e ele disse que resolvendo essa questão o Turismo vai se beneficiar imediatamente. “Ele sabe que o Rio é o cartão de visitas do Brasil e que a segurança é um dos itens cruciais”, contou Sampaio.

Também, nesse breve bate papo, Jair Bolsonaro disse querer mais companhias aéreas operando no País, a captação de mais eventos internacionais de grande porte e resolver questões burocráticas que entravam o Turismo, como as demoradas e complicadas licenças ambientais.

Sobre o futuro do Ministério do Turismo, ainda há muita indecisão. É praticamente certo, pelo que se lê na imprensa, que a pasta será integrada a outra mais abrangente, pois há uma meta de diminuição de ministérios.

Alguns defendem que o Turismo fique junto a Desenvolvimento Econômico, outros com Esporte e outra ala que vá para a Casa Civil, que, caso Bolsonaro seja eleito, iria para Onyx Lorenzoni, do Rio Grande do Sul. Mas por ora, tudo não passa de especulação. É Lorenzoni, porém, que está fazendo toda a articulação e planejamento parlamentar do candidato.

O apoio do empresário Paulo Marinho, do Rio, para a causa do Turismo, também é visto com bons olhos pelo setor. É na casa de Marinho, principal articulador da campanha de Bolsonaro, que o candidato grava os programas de TV e cumpre diversas agendas nesse momento ainda de recuperação de sua saúde e de campanha para o segundo turno.

“Estamos satisfeitos que ele leu nosso documento e está sensibilizado para a causa do Turismo e do Rio”, finalizou Alexandre Sampaio.

Já a presidente do Rio CVB, Sônia Chami, acredita que o encontro serviu para apresentar a Bolsonaro a importância da promoção turística da cidade do Rio de Janeiro no mundo. “É preciso haver toda uma promoção e divulgação para melhorarmos o número de turistas e a imagem do Rio, além do trabalho para captar eventos. Jair Bolsonaro sabe das necessidades do setor. Se eleito, afirmou que nos convocará para criarmos uma comissão a fim de trabalhar as questões em prol do turismo”, disse.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA