Turismo deve se juntar a Cidades na gestão Bolsonaro | Economia e Política | PANROTAS
ECONOMIA E POLÍTICA

Turismo deve se juntar a Cidades na gestão Bolsonaro

Flickr/Família Bolsonaro
Jair Bolsonaro define extinção do Ministério do Turismo, que deverá se juntar a Cidades para formar nova pasta
Jair Bolsonaro define extinção do Ministério do Turismo, que deverá se juntar a Cidades para formar nova pasta

O Ministério do Turismo, como conhecemos hoje, deve deixar de existir no governo de Jair Bolsonaro. Segundo informação divulgada nesta tarde pelo jornal O Globo, proveniente de interlocutores da equipe do próximo presidente da República, já estão definidos os 15 ministérios que vão fazer parte de seu mandato, uma redução de 14 pastas se comparado com os 29 existentes. O número ainda pode ser ampliado para 17, teriam revelado aliados de Bolsonaro.

LEIA TAMBÉM:
O que Bolsonaro pretende fazer pelo Turismo após eleito

A pasta de Turismo, criada em 2003 e independente até este ano, deve ser fundida com a de Cidades. Ambas serão incluídas no Ministério de Integração Nacional.

Outras fusões devem acontecer. Será criado o "superministério" da Economia, por exemplo, onde serão incluídas as pastas de Fazenda, de Planejamento e ainda de Indústria e Comércio Exterior. Na pasta de Ciência e Tecnologia, que será tocada pelo astronauta Marcos Pontes, será incluído o Ensino Superior, enquanto a de Infraestrutura englobará a pasta de Transportes.

As pastas de Educação, Esportes e Cultura formarão um só ministério, assim como Justiça e Segurança, que se tornarão também uma única pasta.

Confira abaixo a lista de ministérios divulgada pelo jornal O Globo:

1) Casa Civil - assumindo funções do Governo

2) Economia - fusão de Fazenda, Planejamento e Indústria, Comércio Exterior

3) Defesa

4) Saúde

5) Ciência e Tecnologia (com ensino superior)

6) Educação, Esportes e Cultura

7) Trabalho

8) Minas e Energia

9) Justiça e Segurança

10) Integração Nacional (Cidades e Turismo)

11) Infraestrutura, englobando Transportes

12) Gabinete de Segurança Institucional

13) Desenvolvimento Social (com Direitos Humanos)

14) Relações Exteriores

15) Agricultura e Meio Ambiente


*Fonte: O Globo

conteúdo original: https://glo.bo/2PzP79O
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA