Bolsonaro diz que taxa de Noronha (PE) é roubo e promete revisão

|


Wikimedia Commons/CCINTRA
Segundo o presidente, as taxas são abusivas no destino
Segundo o presidente, as taxas são abusivas no destino
O presidente Jair Bolsonaro criticou as taxas de visitação cobradas no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PE). Segundo o governante, o preço é "um roubo", e ele ainda prometeu que irá rever essa prática no destino.

“R$ 106 para frequentar uma praia em Fernando de Noronha. Para turista estrangeiro, R$ 212. Isso explica porque quase inexiste Turismo no Brasil. Isso é um roubo praticado pelo Governo Federal (o meu governo). Vamos rever isso. Denuncie práticas porventura semelhantes em outros locais”, disse o presidente no Facebook.

Os ingressos criticados por Bolsonaro incluem visitas a pontos turísticos como a Baía dos Golfinhos, Morro São José e a Praia do Sancho, que já foi eleita a melhor do mundo. Além da entrada para o parque, os visitantes devem pagar a Taxa de Preservação Ambiental (TPA), calculada de acordo com a permanência na ilha. Se um turista ficar uma semana, por exemplo, ele pagará R$ 467,59.

Confira a postagem:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA