Abav-PE quer retratação de comentário sobre ônibus de Turismo

|


Divulgação
Marcelo Waked, presidente da Abav-PE
Marcelo Waked, presidente da Abav-PE

Nesta sexta-feira (19), a Abav-PE enviou uma carta ao governador Paulo Câmara, aos cuidados do secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, pedindo que a declaração feita pelo secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, seja retratada em rede televisiva. Em reportagem que foi ao ar na última quinta-feira (19), Eurico afirmou que os veículos de Turismo não têm a segurança necessária, após a sugestão de uma repórter para que o governo contratasse esses veículos em reforço à frota urbana.

O presidente da Abav-PE, Marcelo Waked, assegurou que esse tipo de declaração prejudica o setor que já está penalizado com os efeitos da pandemia, além de contrariar os esforços do Turismo local em demonstrar a adesão de Pernambuco aos protocolos de segurança nos equipamentos turísticos. "O que o secretário falou é uma inverdade. Todos os ônibus de Turismo passam por uma inspeção do EPTI, órgão de transporte que verifica se o veículo está nas condições adequadas para o funcionamento. A própria ANTT também exige o cumprimento das normativas de um ônibus de Turismo, diferentemente de um ônibus urbano. Estamos seguindo todos os protocolos de saúde e higiene necessários para que o turista possa vir para o nosso Estado e ter toda a segurança possível", ressaltou.

Além da retratação, a carta enviada pela Abav-PE solicita ao governador uma compensação, mostrando para os turistas que os veículos de Turismo são seguros. Outras entidades do setor, como a Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abeoc) e o Sindicato de Guias de Turismo de Pernambuco (Singtur), também se posicionaram contra a declaração e apoiaram a inciativa da Abav-PE.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA