Entenda como funciona o passaporte sanitário de covid-19

|


Divulgação
O passaporte visa estimular a retomada das viagens internacionais para quem já está vacinado ou apresenta teste de covid-19 negativo
O passaporte visa estimular a retomada das viagens internacionais para quem já está vacinado ou apresenta teste de covid-19 negativo
Na última quarta-feira (17), a União Europeia anunciou o lançamento do passaporte sanitário de covid-19. O objetivo é estimular as viagens internacionais com segurança, em meio à pandemia. Para tirar as dúvidas que surgiram sobre o projeto, o Ladevi, parceiro da PANROTAS na América do Sul, ajuda a elencar os 15 principais pontos:

1. QUEM PODE OBTER O PASSAPORTE DE COVID-19?
Também conhecido como certificado verde digital, o passaporte abrange três tipos de certificados: um certificado de vacinação, um certificado de teste PCR negativo e/ou um certificado de que o viajante se recuperou da contaminação. Todos os cidadãos da União Europeia e seus familiares, além de cidadãos de países terceiros, podem obter o passaporte gratuitamente.

2. ONDE USAR O PASSAPORTE?
Os certificados podem ser emitidos e usados em todos os Estados-membros da União Europeia.

3. APENAS QUEM JÁ FOI VACINADO PODE VIAJAR PELA EUROPA?
A vacinação não constitui um pré-requisito para a viagem.

4. PARA QUE SERVE O CERTIFICADO?
O certificado verde digital serve como prova de vacinação, teste PCR negativo e/ou recuperação. Assim, o viajante está isento das restrições estabelecidas pelos Estados-membros, incluindo a realização de novos testes e quarentena.

5. O PASSAPORTE EUROPEU ESTÁ DISPONÍVEL PARA PAÍSES NÃO-MEMBROS?
Atualmente, as viagens não essenciais para a União Europeia provenientes de países terceiros estão restritas, exceto para um número limitado de países. Cidadãos de países sem restrições podem obter o certificado desde que apresente todas as informações exigidas.

6. QUAIS VACINAS SÃO ACEITAS PARA OBTER O CERTIFICADO?
Por enquanto, aquelas que receberam autorização de comercialização no mercado da União Europeia.

7. QUAIS TESTES SÃO ACEITOS?
Apenas os testes chamados NAAT (RT-PCR) e testes rápidos de antígenos.

8. OS TESTES DE AUTODIAGNÓSTICOS SÃO ACEITOS?
Estes testes não são realizados em condições controladas e são considerados menos confiáveis.

9. QUEM TEM O PASSAPORTE DE COVID-19 PRECISA FICAR DE QUARENTENA OU REALIZAR O TESTE?
Não. Se um Estado-membro exigir que os titulares do certificado verde digital sejam submetidos a quarentena ou a um teste, deve notificar a União e todos os outros países.

10. QUAIS INFORMAÇÕES ESTÃO INCLUÍDAS NO CERTIFICADO?
Nome, data de nascimento, Estado-membro emissor e um identificador único de cada certificado. Nos certificados de vacinação constará: o nome da vacina e seu fabricante, o número de doses e a data da vacinação. Em certificados de teste de covid-19: o tipo de teste, a data e a hora de sua conclusão, o centro de teste e o resultado. Já nos certificados de recuperação: a data em que o teste deu positivo, o emissor do certificado, a data de emissão e a data de validade.

11. QUAL O FORMATO DO PASSAPORTE?
O certificado será emitido de forma digital. Os viajantes podem apresentá-lo no smartphone ou impresso. Terá um QR Code com os principais dados do titular e sua assinatura digital. O objetivo do QR Code é verificar a integridade e autenticidade do passaporte.

12. QUAL A VALIDADE DOS CERTIFICADOS?
Segundo o regulamento, o certificado de recuperação vale, por no máximo, 180 dias. O certificado verde digital será suspenso assim que a OMS declarar o fim da emergência da covid-19.

13. E AS PESSOAS QUE FORAM VACINADAS ANTES DE EMITIREM O PASSAPORTE?
Caso tenham obtido um certificado de vacinação que não cumpra os requisitos exigidos, basta solicitar um novo.

14. QUAL O CUSTO PARA EMISSÃO DO PASSAPORTE?
Os cidadãos da União Europeia receberão os passaportes gratuitamente.

15. O PASSAPORTE DE COVID-19 DA UNIÃO EUROPEIA É COMPATÍVEL COM OUTROS CERTIFICADOS?
A Comissão está trabalhando para garantir que os certificados sejam compatíveis com os de países terceiros.


*Fonte: LADEVI

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA