"Não podemos parar", pede campanha da FBHA em prol do Turismo

|


Divulgação
Alexandre Sampaio, presidente da FBHA:
Alexandre Sampaio, presidente da FBHA: "Devemos dar continuidade aos nossos negócios para que empresários, colaboradores e profissionais da área possam garantir a própria renda"

"Não podemos parar" é a nova campanha da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), que vê o setor encarar desafios sem precedentes em queda de receitas, devido à baixa atividade turística do País em tempos de pandemia.

A ação, que conta com o apoio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), tem o intuito de auxiliar na retomada do segmento de forma segura, dentro dos protocolos de higienização estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A medida busca alertar a sociedade sobre os prejuízos acumulativos que o setor tem sofrido desde a chegada da Covid-19 ao Brasil, como conta o presidente da FBHA e coordenador do Conselho Empresarial de Turismo da CNC, Alexandre Sampaio. No começo do mês de junho, a CNC informou que o turismo brasileiro teve a perda de R$ 355,2 bilhões desde março do ano passado.

“O slogan da campanha já explicita o que queremos transmitir: precisamos acreditar em dias melhores e, por esta razão, não podemos parar. Devemos dar continuidade aos nossos negócios para que empresários, colaboradores e profissionais da área possam garantir a própria renda. É inconcebível permitir novas falências dentro do nosso ramo”, explica Sampaio.

A campanha apresentará imagens que representam a vida do Turismo brasileiro em suas diferentes formas. A FBHA defende que o segmento é reconhecido, mundo afora, pelo acolhimento e hospitalidade do País. Sendo assim, locais turísticos de todas as regiões brasileiras serviram de cenário para a campanha.

“Esses sentimentos são fundamentais para a qualidade de vida do ser humano. Estamos falando de mães e pais de família que dependem do setor diretamente. Queremos que os estados compreendam a gravidade de limitar o funcionamento de estabelecimentos vitais para a população”, destaca o presidente da FBHA.

O presidente ainda solicita apoio dos empresários que atuam neste ramo para aderirem ao movimento. Para auxiliar na divulgação da ação, a FBHA disponibilizará as peças da campanha para todos os seus sindicatos filiados, espalhados por todo Brasil.

Nesta semana, Sampaio e o presidente da CNC, José Roberto Tadros, firmaram o compromisso de levar uma agenda com os anseios de toda indústria de Turismo aos presidenciáveis e candidatos aos governos estaduais em 2022.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA