CNC prepara pleitos do Turismo para candidatos de 2022

|


Reprodução/Webinar Vai Turismo
José Roberto Tadros, presidente da CNC
José Roberto Tadros, presidente da CNC
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) prepara um material sobre a indústria do Turismo para entregar a candidatos aos governos estaduais e federal nas eleições de 2022. O objetivo é mostrar a relevância do setor na geração de empregos, o impacto econômico, a capacidade de proteção do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável para pleitear ações que favoreçam o segmento. Trata-se de algo similar ao que a CNC fez em 2018, mas desta vez de maneira ainda mais robusta, como salientam o presidente da entidade, José Roberto Tadros, e o coordenador do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade da mesma, Alexandre Sampaio.

"Acreditamos na importância desta discussão desde a base da indústria ao empresariado do topo. Nossa intenção é discutir desde o início do processo, dos estabelecimentos envolvidos, ampliando a uma grande discussão. Formataremos duas agendas, uma voltada aos governos estaduais e outra ao federal. Todos os candidatos receberão os pleitos. Fizemos isso nas eleições anteriores, mas agora será um projeto mais robusto, realizado com maior antecedência e importantes players envolvidos", afirmou Alexandre Sampaio, também presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA), agradecendo ao apoio das Fecomercio estaduais neste processo.

Reprodução/Webinar Vai Turismo
Alexandre Sampaio, presidente da FBHA e coordenador do Cetur-CNC
Alexandre Sampaio, presidente da FBHA e coordenador do Cetur-CNC
Para Tadros, a intenção das ações da CNC pode fazer com que o Turismo tenha uma retomada não nos níveis de 2019, mas ainda maiores do que os patamares alcançados pré-pandemia. "Com planejamento e boa execução, o setor pode ter grande impacto na economia. O empresário do Turismo quer desenvolvimento sustentável. Nossa missão é aproximar o debate, apresentar propostas e contribuir para soluções práticas, sempre olhando adiante", afirma o presidente da CNC.

"Com a parceria das entidades da cadeia produtiva do Turismo, das federações de comércio dos Estados, do Sesc, do Senac e de profissionais e empresários, queremos identificar soluções que orientem o desenvolvimento desse setor tão importante para economia e sociedade", pondera Tadros.

Ambos abriram o webinar on-line Vai Turismo - Rumo ao Futuro, promovido pelo Cetur-CNC.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA