OMS desaconselha exigir prova de vacinação em viagens internacionais

|

Divulgação
O Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) manteve na última quinta-feira (15) sua posição de que a prova de vacinação contra covid-19 não deve ser exigida para viagens internacionais, em meio a um crescente debate sobre o bloqueio da entrada de viajantes se eles não forem vacinados. As informações são da Reuters.

Os especialistas de saúde disseram que a vacinação não deve ser a única condição para permitir viagens internacionais, devido ao acesso global limitado e à distribuição desigual das vacinas. Na opinião do comitê, exigir prova de vacinação aprofunda as desigualdades e promove liberdade de movimento desigual. Os países mais pobres com menos acesso à vacinação podem enfrentar a exclusão se tais medidas forem postas em prática.

A União Europeia lançou no início deste mês seu sistema de certificado digital de covid-19 projetado para ajudar os cidadãos a viajar com mais liberdade através do bloco de 27 países e retomar o Turismo no verão.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA