EVENTOS

Órgãos se unem para lançar programa de incentivo ao Turismo no Rio

Marluce Balbino
Nilo Félix, secretário de Turismo do Rio, Nelson Abreu, presidente da Confederação Nacional do Turismo, Richard Nunes, secretário de Segurança, Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ, Vinicius Lummertz, ministro do Turismo, e Marcelo Alves, presidente da Riotur
Nilo Félix, secretário de Turismo do Rio, Nelson Abreu, presidente da Confederação Nacional do Turismo, Richard Nunes, secretário de Segurança, Alfredo Lopes, presidente da ABIH-RJ, Vinicius Lummertz, ministro do Turismo, e Marcelo Alves, presidente da Riotur
A Cidade Maravilhosa lida com crises de violência e economia há anos, entretanto, para grande parte do trade carioca, a mais árdua batalha se passa nas manchetes da mídia. Diversos nomes do Turismo nacional, políticos e militares estiveram presentes hoje no Belmond Copacabana Palace, na zona Sul do Rio, para acompanhar o lançamento do Programa de Incentivo ao Turismo no Estado do Rio de Janeiro.

O novo método busca unir iniciativas públicas e privadas, assim como órgãos municipais, estaduais e federais, para reerguer a imagem da cidade. Na ocasião, foram divulgados os resultados já conquistados com a Intervenção Federal e as ações planejadas para a região.

Intitulada “Juntos Por um Rio Mais Positivo”, a apresentação contou com a presença do secretário de Segurança do Rio, Richard Nunes; o secretário de Turismo, Nilo Felix; o ministro do Turismo, Vinicius Lummertz; o presidente da Riotur, Marcelo Alves; o presidente da Confederação Nacional do Turismo, Nelson Abreu, e o presidente da ABIH-RJ, Alfredo Lopes, entre outros.

Marluce Balbino
General Richard Nunes, secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro
General Richard Nunes, secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro
O secretário de Estado de Segurança do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, destacou os avanços da Intervenção Federal, apresentando índices referentes a ações criminosas, não apenas direcionadas a turistas, como também à população. Nunes se mostra animado com o progresso, mas chama a atenção para "a relação tóxica da cidade com a mídia".

Infelizmente, tudo o que acontece no Estado do Rio de Janeiro repercute nacional e internacionalmente. Precisamos mostrar, através de índices, que os números são extremamente positivos para validar todo o trabalho que temos desenvolvido", afirmou.

O plano estratégico desenvolvido pelo secretário e sua rede de colaboradores já mostra resultados positivos, como, por exemplo, a queda nos casos de furtos a turistas. O general ressaltou que a intervenção tem quatro objetivos principais: recuperar a capacidade operativa dos órgãos de segurança pública; baixar os índices de criminalidade no Estado do Rio de Janeiro; fortalecer os órgãos de segurança pública como instituições de Estado; e aumentar a percepção de segurança.

Em relação à atuação da segurança em áreas turísticas, pelo menos sete regiões foram destacadas para receber ações integradas, com acompanhamento de metas e de resultados.

O encontro foi organizado pelo presidente ABIH-RJ, Alfredo Lopes, que defendeu a importância da parceria público-privada como agente de mudança. "O combate à criminalidade se dá com agentes em campo, mas também passa previamente pelas áreas de saúde, educação, assistência social e geração de empregos. E cada um de nós tem papel fundamental neste cenário", afirma Lopes. Ele acredita também que o programa finalmente traz perspectivas concretas para toda a cadeia produtiva do receptivo turístico do Estado.

Marluce Balbino
Bancada de palestrantes do “Juntos Por um Rio Mais Positivo”
Bancada de palestrantes do “Juntos Por um Rio Mais Positivo”
FALTA DE APOIO DA MÍDIA
Segundo o secretário de Estado de Segurança, Richard Nunes, o índice de furto aos viajantes, entre os meses de janeiro e maio de 2016, chegou quase a três mil casos. Após a intervenção, foi registrada uma queda de cerca de 8% nas ocorrências deste ano.

"Os números seguem caindo, mas a repercussão na imprensa ainda é negativa", comenta o general. Nunes ainda citou recentes pesquisas onde foi levantado que 98,5% dos turistas internacionais recomendariam a cidade do Rio de Janeiro para parentes e colegas. "Temos um mau hábito de falar mal de nós mesmos", finalizou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA