Santa Cruz (ARG) se une ao trade para vender mais no Brasil

|

Divulgação Santa Cruz
O diretor de Planejamento e Gestão Turística do Turismo de Santa Cruz, Pablo Godoy, entre Gabriel Rivera e Luis Castillo, do cônsul da Argentina em São Paulo; Carla da Cruz, da Sec. de Turismo de Santa Cruz, e Ivan Blanco, da Aerolíneas Argentinas
O diretor de Planejamento e Gestão Turística do Turismo de Santa Cruz, Pablo Godoy, entre Gabriel Rivera e Luis Castillo, do cônsul da Argentina em São Paulo; Carla da Cruz, da Sec. de Turismo de Santa Cruz, e Ivan Blanco, da Aerolíneas Argentinas

O destino Santa Cruz, província no Sul da Argentina, apresentou na última semana toda a sua gama de atrativos turísticos durante um evento no Consulado Argentino em São Paulo, onde cerca de 30 membros do trade participaram de um treinamento exclusivo sobre o destino, a Patagônia Argentina e até o popular El Calafate.

O evento segue a aposta forte de Santa Cruz no crescimento com visitantes brasileiros. Além de participarem da 46ª Abav Expo, no final de setembro, representantes do destino visitaram uma série de operadoras a fim de apresentar seus atrativos - CVC, Agaxtur, Queensberry e Freeway estiveram entre as contempladas.

O objetivo é claro: fazer o número de brasileiros crescer. Dos números mais recentes de Santa Cruz, que apontam cerca de 600 mil visitantes entre domésticos e internacionais, aproximadamente 50 mil vêm do Brasil.

"O mercado brasileiro é um dos eixos que trabalhamos desde setembro para aumentar a visitação à nossa província de Santa Cruz, que tem produtos que despertam o interesse do público, como a natureza infinita que temos, os glaciares...", comentou o secretário de Estado de Turismo de Santa Cruz, Valeria Pellizza.

Além do El Calafate, a província argentina conta com sete parques nacionais, que abrigam geleiras, montanhas e lagos como atrativos naturais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA