Accor reafirma apoio ao combate à LGBTfobia no Brasil

|

No dia 17 de maio, a Accor celebra o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, reafirmando publicamente seu compromisso com o tema e a causa LGBT+. Em 2019, a empresa realizou um evento que reuniu lideranças LGBT+, executivos de várias empresas e instituições de diversidade, convidados e a participação da Drag Queen Tchaka.
Divulgação
Além de contar com um comitê LGBT+, a Accor foi premiada por seu compromisso com a diversidade LGBT+
Além de contar com um comitê LGBT+, a Accor foi premiada por seu compromisso com a diversidade LGBT+
Também estavam presentes no evento o CEO da Accor na América do Sul, Patrick Mendes, e o consultor de diversidade e especialista nos temas inclusão, gênero e sexualidade, Ricardo Sales. "Em 2020, por conta do período desafiador que o mundo está vivendo, não teremos um evento, porém continuamos a afirmar que a Accor tem como propósito receber bem e proporcionar experiências positivas para todos os seus clientes e colaboradores", afirma Antonietta Varlese, vice-presidente de Comunicação, Relações Institucionais e Responsabilidade Social Accor América do Sul", afirmou a vice-presidente de Relações Instituições e Responsabilidade Social da Accor, Antonietta Varlese.

Segundo o coordenador da IGLTA, Clovis Casemiro, "hospitalidade significa a recepção amigável e generosa dos hóspedes, portanto, nunca deve importar ‘quem eles amam’, ou como se identificam. Nós da IGLTA estamos comprometidos a criar um cenário de viagem mais acolhedor para todos e, neste dia, comemoramos a beleza de nossa comunidade turística diversificada".

Miss Brasil Gay 2019, Antônia Gutierrez, reforça que este 17 de maio deve servir para que possamos refletir sobre quantas vidas LGBT+ precisaremos perder para entender que a única coisa que importa é que somos humanos.

A Accor conta com um comitê LGBT+, formado por representantes de diversas áreas da empresa, que tem o objetivo de promover um ambiente de trabalho inclusivo e acolhedor e que valorize o talento e a individualidade de cada profissional. No ano passado, recebeu o Selo Municipal de Direitos Humanos e Diversidade na categoria LGBTI pelo projeto Compromisso com a Diversidade LGBT+.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA