Hertz Global Holdings luta para se afastar da falência

|


Divulgação

A Hertz Global Holdings está fazendo o possível para evitar a bancarrota, de acordo com vários veículos da mídia norte-americana.

A CEO da companhia, Kathryn Marinello, disse à Bloomberg que a gigante da locação de automóveis está negociando com credores há semanas e continua a pressionar o Tesouro dos Estados Unidos por ajuda ao setor, que para ela está sendo tão impactado quanto a aviação por conta da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

A Hertz Global Holdings revelou ontem que perdeu quantias substanciais em contratos de arrendamento. Em um processo regulamentar, a companhia aponta que se não efetuar pagamentos até o final de um período de carência, em 4 de maio, e se não tiver acordo com os credores, poderá ser "materialmente e negativamente afetada".


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA