OPERADORAS

O que os operadores brasileiros buscam no Rendez-vous?


Raphael Silva
Receptivos e novos produtos foram destaque na busca dos operadores brasileiros no Rendez-vous en France neste ano
Receptivos e novos produtos foram destaque na busca dos operadores brasileiros no Rendez-vous en France neste ano
PARIS – Maior parte da delegação latino-americana, o Brasil enviou 42 operadores para realizar negócios no Rendez-vous em France, em Paris. Mas o que eles foram buscar na maior feira turística do país? O Portal PANROTAS conversou com parte dos representantes dos das empresas que marcaram presença na maior feira turística da França para saber mais detalhes e os resultados do evento.

A busca por novos receptivos foi unanimidade entre os operadores. Todos citaram esse mercado entre os principais objetivos, seja para atender os grupos de jovens, como é o caso da New It, ou para receber viajantes que buscam um Turismo mais afastado do grande centro, como exemplificou o diretor da Bon Voyage Viagens, Marcelo Cukierkorn.

"A gente vem até aqui para dar profundidade ao produto. O nosso cliente quer novidades, mas não quer algo raso. Ele quer uma viagem única e, às vezes, algo que não está à disposição nos grandes centros. Viemos aqui justamente para garantir que o profissional que cuidará do nosso passageiro nesse novo roteiro seja de confiança", destacou o Cukierkorn.

A Soul Traveler, que enviou Paulo Pimentel ao Rendez-vous, prevê um crescimento de 40% nas vendas de França para este ano e tenta ampliar sua gama de produtos no destino. A presença na feira foi justificada pela busca por novos fornecedores diretamente da "fonte" com o objetivo de encontrar roteiros ainda não explorados no Brasil.

HUB, DISNEY E HOTELARIA

A nova conexão aérea com o hub da Air France em Fortaleza ganhou destaque nas palavras do representante da Casablanca Turismo, José Paulo Chaves Neto. Segundo ele, os voos diretos entre a capital cearense e Paris mais do que triplicaram as vendas na empresa nordestina, o que incentivou a empresa a enviar um profissional na caça por mais produtos para o portfólio no Rendez-vous.

A BWT, por sua vez, volta as atenções para a Disneyland Paris. O anúncio d investimento de mais de dois bilhões de euros em novidades para o parque é apenas um dos motivos para que a empresa se reunisse com representantes da marca na feira parisiense. "É um produto pouco explorado, mas com muito potencial no Brasil", disse Gabriel Cordeiro, enviado da operadora ao evento.

Um dos sócios da Signature, Fabiano Camargo finalizou sua participação na feira com encontro junto a hoteleiros que já possui em sua carteira de negócios. O objetivo, segundo ele, é ficar mais informado sobre possíveis renovações e se aproximar dos parceiros.

Veja fotos dos operadores brasileiros no Rendez-vous en France no álbum abaixo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA