OPERADORAS

Teresa Perez remodela suas ofertas para Índia e Etiópia


Marcos Martins
Presidente da Teresa Perez Tours, Tomas Perez, com o diretor de Marketing, Erik Sadao durante o Bike Day na capital paulista
Presidente da Teresa Perez Tours, Tomas Perez, com o diretor de Marketing, Erik Sadao durante o Bike Day na capital paulista
A Teresa Perez Tours retoma este ano alguns destino já trabalhados antes pela operadora de luxo: Etiópia e Índia. Os países fazem parte de um pacote de novas experiências que serão lançadas até o final deste semestre, com uma equipe dedicada ao viajante que desejar esses moldes de consultoria.

"O que já podemos adiantar são as novas experiências na Etiópia e as opções de trekking e natureza na Índia, que fogem dos roteiros básicos, porque temos vários clientes que desejam voltar ao destino. A eles, vamos oferecer novas opções com abordagens diferentes", explica o diretor de Marketing da Teresa Perez, Erik Sadao, ao Portal PANROTAS. O executivo adiantou as informações sobre os produtos durante o Bike Day, evento com tour de bicicleta que reuniu mais de 50 agentes em São Paulo.

A Etiópia será (re)apresentada ao mercado no próximo dia 14 de maio e a Índia em julho, com o pré-lançamento do novo livro da operadora um mês antes, em junho. "Hoje estamos com 290 pessoas no escritório e, para nós, é o momento de começar a fazer pequenos times para atender ao cliente. Viajar hoje virou uma necessidade porque as pessoas querem investir em tempo de qualidade". De acordo com Sadao, o que diferencia os produtos produtos da Teresa Perez é a possibilidade de se aprofundar nos roteiros, que são customizáveis, e o cliente "nunca compra nada sem antes conversar com a equipe".

No último ano, a operadora apostou em viagens de cunho espiritual com foco não em reza ou religião, mas nas demonstrações culturais e de fé ao redor do mundo. Hoje um dos focos da Teresa Perez é manter o trabalho com os agentes e reforçar a importância destes profissionais. "Não desistam do que a gente faz porque as pessoas ainda precisam do nosso trabalho para interpretar os pedidos. Estamos perdendo a habilidade de ouvir o outro por conta da tecnologia. Quanto mais experiência e tempo de mercado você tem, maior será o interesse de conversar com quem já vivenciou tanta coisa. Não devemos competir com a tecnologia e, para tudo que surgir de novidade, devemos identificar a melhor maneira de utilizá-lo. Turismo é intercâmbio de sensações, ideias e conhecimentos, e essa deve ser a nossa essência”, finaliza.

TENDÊNCIAS
De acordo com o presidente da operadora, Tomas Perez, o ano está em bom ritmo e alguns produtos já despontam nos primeiros seis meses. "O começo do ciclo está dentro do esperado e o brasileiro está fazendo reservas com antecedência, mas também no último minuto, e o mercado segue estável. Como tendências hoje temos as Maldivas, Europa com Riviera Francesa, Grécia e Portugal. Também vendemos bem os cruzeiros e pacotes para estações de esqui na Suíça e Itália", ressalta.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA