Unibes Cultural e Braztoa promovem live sobre o Turismo em 2021

|


Divulgação
A live será transmitida nas redes sociais da Braztoa e da Unibes Cultural
A live será transmitida nas redes sociais da Braztoa e da Unibes Cultural
Na próxima sexta-feira (26), às 16h, a Unibes Cultural e a Braztoa promovem em seus canais digitais a live "Turismo - para onde vamos em 2021" para debater o atual cenário do setor. Mediados por Bruno Assami, diretor-executivo da Unibes Cultural, os vice-presidentes da Braztoa, Celso Garcia (Central de Intercâmbio), Estela Farina (NCL), Frederico Levy (Interpoint) e Marina Figueiredo (Pomptur) levarão todo o seu conhecimento para tirar dúvidas e indicar tendências para quem quer colocar seus planos de viagem em prática, seja agora ou mais para a frente.

"Manter essa rica parceria com a Unibes Cultural e poder compartilhar um conteúdo de qualidade, para um público engajado e diversificado, justamente em um momento em que estamos construindo o futuro do Turismo, é gratificante! E isso se soma à estratégia de posicionamento omnichannel da Braztoa, que fala de humano para humano e promove conhecimento técnico e experiencial de maneira leve em todos os canais", disse o presidente da Braztoa, Roberto Haro Nedelciu.

Segundo recentes estudos da Braztoa, as pesquisas estão organizando e comprando suas viagens com mais antecedência e isso se deve ao fato de que o consumidor tem canalizado seu desejo no planejamento desse momento, tudo feito com calma e com a confiança de que, meses à frente, o ambiente esteja cada vez mais seguro. Outro motivo é o momento de promoções e oportunidades para quem quer se planejar com antecedência.

"O público em geral e segmentado está ávido em retomar uma vida de convívio e experiências presenciais. A vacinação global avança de certa forma. Portanto aspirar a viagem cultural, gastronômica, aventura, negócios, promocional e tantas outras possibilidades já pode ser novamente a pauta para as pessoas. O setor turístico sabe disso e se prepara para este novo momento. Vamos poder ouvir como este setor pulsante já está preparado e como será o perfil do público turista para esse curto prazo", ressaltou o diretor executivo da Unibes Cultural, Bruno Assami.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA