OPINIÃO

WTM Londres inspira mercados mundiais; leia artigo

Emerson Souza
Luciane Leite, diretora da WTM Latin America
Luciane Leite, diretora da WTM Latin America
Aconteceu na última semana mais uma edição da World Travel Market (WTM) em Londres, no Reino Unido. O evento reuniu milhares de visitantes e expositores do mundo inteiro com destaque para o Brasil, que foi representado por 25 marcas no estande da Embratur.

A diretora da WTM Latin America, Luciane Leite, faz uma análise do evento em solo britânico e como serve de referência para outros mercados. A executiva destaca a abordagem de temas de sustentabilidade e inovação em texto enviado ao Portal PANROTAS.

Leia abaixo o artigo “WTM Londres inspira mercados mundiais”:

"A WTM London é sem dúvida um evento de vitrine mundial. O show, que há décadas reúne players estratégicos do mercado de viagens e turismo se consagra, também, como um espaço onde é possível conferir as inovações do setor, debater tendências, aprimorar conhecimento e, claro, gerar negócios. A edição 2018 reservou excelentes opções em todos os aspectos e reuniu milhares de visitantes de diferentes partes do planeta.

Dentre os cinco mil expositores, provenientes de 182 países, o Brasil esteve presente com um estande da Embratur. O evento foi considerado um sucesso. Não apenas pelo número de expositores e visitantes – cerca de 51 mil – mas, também, pelo conteúdo diferenciado e de qualidade oferecido durante os três dias de evento.

A edição 2018 da WTM London apresentou novidades que foram além das ativações e posicionamentos dos expositores. Ao menos três novas áreas de conteúdo foram criadas com uma curadoria que surpreendeu os participantes.

A Inspiration Zone Area, inaugurada nesta edição, foi sem dúvida um formato a ser replicado no evento a ser realizado no Brasil. Dividido por áreas que representavam as Américas, Ásia, Oceania, África e Europa, o espaço permitiu que o visitante da WTM Londres pudesse conhecer cases e culturas relativos a cada região. No Americas Inspiration Zone, por exemplo, temas sobre comportamento, gestão de crises a partir de desastres ambientais, viagens de luxo, turismo de aventura, turismo indígena e boas práticas do turismo nas relações trabalhistas foram alguns dos temas abordados.

A inovação esteve presente no show, que abrigou o Travel Forward, um evento de tecnologia em viagens com uma grande aderência do público participante. Focado em tecnologias para viagens e hospedagem, o Travel Forward, trouxe para a discussão a possibilidade de melhorar a experiência do cliente viajante por meio da tecnologia.


Grandes empresas como a Amadeus, Sabre e Travelport – gigantes da tecnologia de viagens –, compartilharam com os 150 expositores suas experiências. Os palestrantes e painelistas de peso, e com conteúdo enriquecedor, foram atrações à parte de uma programação que encantou uma diversidade de 8,5 mil visitantes.

O turismo responsável, uma das grandes bandeiras da WTM London, teve espaço para 23 painéis. O tema, de fato, não nos permite ficar indiferentes. É preciso cuidar para continuarmos um processo de evolução do setor com geração de lucro e responsabilidade ambiental e social. O convite à reflexão e ao diálogo e, a importância do tema, joga luz nas boas práticas para garantir às gerações futuras o respeito ao meio ambiente e sustentabilidade do setor como um todo.

Antenada aos grandes temas mundiais, a WTM London e a Woman in Travel propuseram três painéis voltados para o empreendedorismo feminino. O enfoque do encontro foi a presença da mulher no segmento de Turismo e reuniu empreendedores sociais, financiadores e mentores femininos e masculinos para discutir como é possível perseguir sua paixão, administrar um negócio de sucesso e, ao mesmo tempo, impactar positivamente e beneficiar os destinos. O espaço foi muito concorrido e, certamente, será ajustado para a realidade latino-americana para a próxima edição de WTM Latin America.

Nos três dias de evento, foram incontáveis networkings com foco na geração de negócios, visando nosso evento na América Latina. Mas, principalmente, pude vivenciar e observar dinâmicas, temas, formatos e inspirações que contribuem positivamente para o desenvolvimento do segmento de Turismo no mundo.

Londres foi um espaço para aprender, refletir e se inspirar. A grandiosidade do evento e o conglomerado de nacionalidades e de visitantes de todo o mundo nos relembra a todo o momento a relevância que o setor de Turismo tem em nível mundial, uma potência do ponto de vista econômico, social e de oportunidades.

Um evento imperdível. Que nos permite adaptar, recriar e inovar com outras formas para compor um show grandioso, como fazemos em todo nosso portfólio. Para 2019, algumas ideias e práticas que compartilhei aqui já estão em alinhamento para o mercado latino-americano. Certamente, vem novidade por aí!"

Luciane Leite é diretora da WTM Latin America, na empresa Reed Exhibitions
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA