OPINIÃO

Airbnb lamenta e se posiciona sobre mortes no Chile


Reuters
O Airbnb lamenta a morte dos quatro adultos e dois menores brasileiros no Chile, por inalação de gás em um imóvel alugado por meio da plataforma. A companhia ainda aponta que arca com os custos de traslado dos corpos e dá todo apoio necessário aos envolvidos.

“Estamos profundamente consternados com este trágico incidente. Nós nos solidarizamos com os familiares e estamos em contato para prestar todo apoio necessário aos familiares neste momento difícil. A segurança de nossa comunidade de viajantes e anfitriões é a nossa total prioridade”, esclarece o site de aluguéis e compartilhamento de quartos.

Segundo o Airbnb, mais de dois milhões de clientes se hospedam em acomodações por meio da plataforma em 100 mil cidades no mundo inteiro. A cartilha de segurança da empresa aponta que toda reserva do Airbnb tem seus riscos avaliados antes de ser confirmada. O texto ainda acrescenta que a empresa tem um sistema de verificação de antecedentes e de listas de observação, além de realizar oficinas de segurança com anfitriões e especialistas locais e incentivamos que os anfitriões ofereçam aos hóspedes informações locais importantes.

Leia a cartilha completa em https://www.airbnb.com.br/trust

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA