Valter Patriani dá dicas de vendas aos agentes nesta crise

|

Emerson Souza
Valter Patriani deu dicas aos agentes de viagens
Valter Patriani deu dicas aos agentes de viagens
Hoje (28), o ex-presidente da CVC e agora presidente da Construtora Patriani, Valter Patriani, participou de live da empresa Bekup junto com o sócio da corretora de seguros, Klaus Kühnast. Durante o encontro virtual, os executivos discutiram quais são as tendências de vendas e como as empresas podem ser criativas em meio ao período de crise que vivemos atualmente.

Kühnast, ex-Tam e que trabalhou muito com Patriani na época, e Valter iniciaram o encontro reconhecendo o público diverso que estava entrando na live. Mesmo trabalhando com seguros e construção civil, os empresários têm uma grande história com a aviação e o Turismo, respectivamente. "Vamos falar para todo mundo, principalmente sobre clientes e vendas", afirmaram.

Logo, Patriani foi perguntado pelo sócio da Bekup sobre o que estaria fazendo caso estivesse ocupando a cadeira passada, ou seja, à frente da CVC. Para Patriani, o momento é positivo por as pessoas "estarem em casa forçadamente" e "loucas para fazerem alguma coisa, saírem de casa". O empresário afirmou que venderia pacotes para 2021 com a primeira parcela apenas em dezembro.

"Chega uma hora que ninguém quer ficar em casa. Acho que as pessoas estão com muita vontade de voltar ao normal, sair, abraçar. Nós brasileiros somos muito queridos, amistosos, gostamos de festa, carnaval. Por isso, os agentes de viagens não precisam mudar muito o que estão fazendo. Eu continuaria com o contato humano, ligando para clientes, convidando as pessoas a viajar. É um convite bom a se fazer, todo mundo gosta de viajar", afirmou Patriani.

Ele então explicou como faria isso. "O Turismo é um triângulo, as três pontas são: operador, hotelaria e aviação. Com essas três coisas, você vende um pacote turístico. Então, cabe ao operador fazer um acordo com as outras duas pontas. A hotelaria e a aviação querem saber que eles terão clientes ano que vem. O operador também poderia antecipar a comissão do agente, porque se as agências têm receita e voltam a trabalhar, todo mundo volta a vender", afirmou.

RETOMADA
Patriani também opinou sobre qual segmento voltará primeiro, e na sua opinião, não é o corporativo. "Entendo que o mercado corporativo demorará mais a voltar, porque todos estão fazendo reunião virtual e aparentemente está dando certo. Não haverá justificativa para viajar sendo que a reunião pode ser feita pelo Zoom. Mas o tráfego de lazer e o familiar (visita a parentes) voltarão logo. É a hora do lazer", afirmou o empresário, sugerindo a venda de pacotes domésticos para a partir de dezembro, e principalmente, 2021.

E perguntado sobre como comunicar, Patriani afirmou que "o melhor meio é o digital. Você tem que estar lá. O melhor jeito de falar com as pessoas rapidamente é virtualmente, mas você precisa de uma plataforma pessoal para transmitir confiança. Você precisa entender gente. É preciso entender que o planejamento e a necessidade de uma família com dois filhos e um casal é diferente".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA