Artigo: Avanço do Turismo LGBT+ e por que é importante

|



A edição especial da Revista PANROTAS com a lista dos melhores distribuidores de viagens já está no ar. Além da premiação dos Melhores do Turismo, a edição apresenta reportagens especiais sobre tendências no Turismo, artigos sobre diversidade e novidades da WTM Latin America.

O artigo a seguir, escrito pelo coordenador de Membros Brasil, Portugal e América do Sul da Associação Internacional de Turismo LGBTQ+ (IGLTA) e membro do Comitê de Diversidade da WTM Latin America, Clovis Casemiro, é parte integrante da edição 1.514. O texto de Casemiro foca na construção de um Turismo mais diverso e pontua a importância das empresas de viagens darem mais visibilidade para viajantes LGBT+, para construir um segmento mais inclusivo, além de proporcionar segurança para a comunidade.

Confira o artigo na íntegra:

PANROTAS / Emerson Souza
Clovis Casemiro, coordenador de Membros Brasil, Portugal e América do Sul da Associação Internacional de Turismo LGBTQ+ (IGLTA)
Clovis Casemiro, coordenador de Membros Brasil, Portugal e América do Sul da Associação Internacional de Turismo LGBTQ+ (IGLTA)
"Avanço do Turismo LGBT+ e por que isso é importante

Todos nós sentimos o avanço do Turismo LGBT+ em nossa indústria, porque temos mais empresas aplicando cada vez mais a Diversidade e Inclusão em seus projetos e dando visibilidade constante à importância em se adotar essas boas práticas. E como exemplo mais atual trazemos o caso da icônica American Express: “A inclusão é fundamental para a forma como fazemos negócios em nossa empresa e está incorporada na estratégia ESG”, disse Audrey Hendley, presidente da American Express Travel. “A parceria com uma organização como a IGLTA com tanto respeito em todo o setor é uma ação fundamental em nosso objetivo de garantir que estamos fazendo as escolhas certas quando se trata de inclusão e representação da comunidade LGBT+.”

E até podemos garantir que o Turismo LGBT+ teve grande participação na evolução de políticas públicas federais e adotadas por várias cidades pelo País, pois se valeu da visibilidade da própria comunidade e dos negócios gerados. E através do segmento podemos entender quem são os “personagens” envolvidos no processo como um todo – desde o turista LGBT+, o consumidor de viagens, até os seus fornecedores e interessados em atender cada vez melhor esse público.

E há cerca de 38 anos a Associação Internacional de Turismo LGBT+, IGLTA, sua sigla em inglês, vem desenvolvendo cada vez mais a importância de cada uma das pessoas da comunidade, e o avanço do próprio mercado. Com as leis que garantem segurança aos moradores e visitantes LGBT+ no Brasil, a comunidade está no que chamamos “fora do armário”, e se apresentando como são. No passado tivemos que lidar com o forte preconceito que mantinham esses turistas reclusos e até dificultando ações com os mesmos. A IGLTA é líder global no avanço das viagens LGBT+ e um orgulhoso membro afiliado da Organização Mundial de Turismo (8NWT2).

A missão da IGLTA é fornecer informações e recursos para viajantes LGBT+ e expandir o Turismo LGBT+ globalmente, demonstrando seu impacto social e econômico significativo. 2s membros da IGLTA incluem acomodações acolhedoras LGBT+, destinos, agentes de viagens, operadores turísticos, eventos e mídia de viagem em aproximadamente países. O programa “Global Partner” da IGLTA oferece às empresas maior reconhecimento e visibilidade entre os viajantes LGBTQ+ com oportunidades aprimoradas de marketing e comunicação.

As grandes redes hoteleiras, como Belmond, Hilton, Hyatt, Accor, Marriott, são parceiras globais da IGLTA e levam o conceito de D&I muito a sério. Cada empresa tem seu próprio grupo de trabalho com os turistas LGBT+, mantendo contato com blogs especializados, influenciadores digitais, operadores e agentes de Turismo que trabalham o público. Bem como a Gol, Delta e Latam são ótimos exemplos de que além dos seus colaboradores a mensagem de apoio e de respeito deve chegar aos seus clientes e fornecedores.

Na Convenção da IGLTA que aconteceu em setembro de 2021 em Atlanta, ficou clara a importância em se comunicar com cada elemento de nossa enorme comunidade LGBT. Assim tivemos debates específicos com lésbicas e pessoas trans. Com empresas que oferecem diferentes experiências em Turismo de natureza, urbano, de festivais e no mercado corporativo. Bem como discutimos os viajantes HIV+ e os destinos que lhes dão mais garantias em viagens.

A IGLTA preparou vários guias diferentes para melhorar essa interação com os diferentes públicos. Assim oferecem guias sobre os países onde o casamento homoafetivo é aceito e onde existem ofertas para o Turismo de casamento e lua-de-mel. Viajar pode ser uma experiência incrivelmente gratificante e memorável. Com tantos lugares lindos no mundo com culturas vibrantes, paisagens incríveis e culinária deliciosa, pode ser uma tarefa difícil decidir para onde viajar em seguida. A comunidade LGBT+ enfrenta um desafio ainda maior, pois a aceitação, as leis e as proteç·es LGBTQ+ variam amplamente em todo o mundo. 2 conjunto de guias de viagem foi desenvolvido para fornecer uma breve visão geral de cada país, incluindo alguns dos destinos e atrações mais populares, com informações atualizadas sobre as leis e proteções LGBT+ em cada destino.

No dia 31 de março é celebrado em todo o mundo o dia da visibilidade Trans e a IGLTA segue seu crescimento apoiando o 'T' em LGBT+, criando um cenário global de viagens mais inclusivo para viajantes transgêneros. Embora a comunidade LGBT+ como um todo tenha progredido nas últimas décadas, a comunidade transgênero em particular ainda enfrenta grandes desafios, principalmente na indústria do Turismo.

Devido à falta de conscientização sobre o assunto, o “Transgender Advisory Group”, dirigido por voluntários, trabalhará com o conselho de administração da IGLTA Foundation para desenvolver recursos que a IGLTA, seus membros e a indústria do Turismo em geral possam usar para receber melhor os viajantes transgêneros. E está atualmente buscando líderes transgêneros interessados em servir neste comitê para garantir que a iniciativa não apenas atenda ao nosso objetivo de promover as viagens LGBT+ globalmente, mas também seja impulsionada por contribuições daqueles diretamente impactados.

A diversidade no Turismo é fundamental como é em todas as outras indústrias e segmentos de negócios. Assim, convidamos a todos a participarem ativamente de nosso projeto de Diversidade e Inclusão na WTM Latin America, que tem como tema: A Magia está de volta. Fiquem atentos à agenda. No espaço criado especialmente para o tema os participantes encontrarão debates aprofundados sobre como tornar a nossa indústria mais inclusiva e diversa."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA