100 empresas mais valiosas do mundo ultrapassam US$ 20 trilhões

|

Divulgação/Pixabay
De acordo com o ranking Global Top 100 da Pricewaterhouse Coopers, divulgado hoje, a capitalização de mercado das 100 maiores empresas do mundo somadas subiu 15% em comparação com março de 2017, superando os US$ 20 trilhões pela primeira vez na história. Este aumento segue a tendência do ano anterior, quando o crescimento já havia sido de 12% em relação a 2016.

Pelo quarto ano consecutivo, os Estados Unidos respondem por mais da metade do Top 100, com 54 empresas listadas, uma a menos que o levantamento anterior. Juntas, elas representam 61% do valor total das empresas, 2% menos que o ano passado. Dentre elas, a Amazon é a mais forte em termos de aumento absoluto na capitalização de mercado, crescendo 66% em relação a 2017.

Já a capitalização de mercado das empresas chinesas saltou 57% em relação a 2017, com 12 empresas fazendo parte do seleto grupo, duas a mais que no ano passado. Em termos de aumento absoluto, a Tencent é a líder do país pelo segundo ano consecutivo, e a segunda maior após a Amazon, aumentando seu valor em 82%. O Alibaba obteve o segundo melhor desempenho na China e o terceiro no geral, aumentando seu valor em 75%.

“A característica mais marcante dos números deste ano é o forte aumento no valor das principais empresas chinesas. Por muitos anos, as empresas americanas usaram seu alcance global, força financeira e capacidade de inovar para se afastar do resto do mundo. Agora, a China está usando atributos equivalentes, fundados na enorme escala do mercado chinês, para fazer incursões na liderança dos Estados Unidos. A entrada da Tencent e do Alibaba no Top 10 é um sinal claro de seu sucesso ao fazer isso”, comentou o líder de IPO da Pricewaterhouse Coopers, Ross Hunter.

O setor tecnológico continua à frente do setor financeiro em capitalização de mercado pelo terceiro ano consecutivo, com bens de consumo ficando com a terceira posição no ranking. As três maiores empresas do mundo ainda são ligadas à tecnologia: Apple, Alphabet e Microsoft. Já entre as companhias relacionadas ao Turismo, a Boeing se destaca na 37ª colocação do ranking, enquanto a Walt Disney caiu para o 51º posto e a Booking Holdings apareceu em 92º lugar.

Para ler o relatório completo, clique aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA