PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Sea World aponta recuperação financeira no primeiro semestre

Reprodução/Sea World
Grupo se recupera após prejuízos em 2017
Grupo se recupera após prejuízos em 2017
A Sea World Parks & Entertainment divulgou seus resultados da primeira metade de 2018. No segundo trimestre, a receita total subiu US$ 18,2 milhões para US$ 391,9 milhões, uma alta de 4,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o número de visitantes cresceu em 300 mil, totalizando 6,4 milhões, um acréscimo de 4,8%.

"Estamos satisfeitos com nossos fortes resultados financeiros do segundo trimestre e com o contínuo impulso que vemos nos negócios", afirmou o diretor executivo interino da Sea World, John Reilly. "Os resultados foram impulsionados por nossas novas estratégias de precificação, novas iniciativas de marketing, comunicação e pela recepção positiva de nossos novos passeios, atrações e eventos.”

O lucro líquido no segundo trimestre foi de US$ 22,7 milhões, uma melhora em relação ao prejuízo de US$ 175,9 milhões no segundo trimestre de 2017. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado foi de US$ 117,6 milhões, um acréscimo de US$ 13,4 milhões, sendo 12,9% de alta. O prejuízo líquido foi de US$ 40,1 milhões, comparado a um prejuízo de US$ 237 milhões no segundo trimestre de 2017.

A receita total no primeiro semestre aumentou em US$ 49 milhões, acréscimo de 8,7%, para US$ 609,1 milhões. Já o número de visitas aumentou em 8% com acréscimo de 700 mil, totalizando 9,6 milhões de visitantes no primeiro semestre.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA