PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Cresce 6% número de viajantes estrangeiros no 1º semestre

Shutterstock
Segundo o estudo, o aumento foi impulsionado pelo crescimento na economia global
Segundo o estudo, o aumento foi impulsionado pelo crescimento na economia global
De acordo com recente estudo da Organização Mundial do Turismo (OMT), as chegadas de turistas internacionais cresceram 6% no primeiro semestre, totalizando 641 milhões de visitantes estrangeiros, 37 milhões a mais do que fora registrado no ano passado.

Todas as regiões do mundo obtiveram um crescimento significativo nas chegadas de turistas neste ínterim e, segundo a OMT, o aumento foi impulsionado pela demanda dos principais mercados de origem, apoiado por um aumento na economia global.

“A divulgação de dados do Turismo internacional de hoje para o primeiro semestre de 2018 serve como mais uma prova da resiliência do setor e da trajetória de crescimento implacável. Continuamos a trabalhar com nossos muitos parceiros para traduzir esse crescimento em melhores empregos, mais benefícios para as sociedades e mais oportunidades de meios de subsistência e destinos sustentáveis”, disse o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

REGIÃO A REGIÃO
Por região, a Europa e a Ásia e o Pacífico lideraram o crescimento com um aumento de 7% de chegadas em cada. O Sul da Europa Meridional e o Sudeste da Ásia tiveram os melhores resultados, ambos com um alavancamento 9% de turistas internacionais.

O Oriente Médio e a África também registraram resultados sólidos, com as chegadas crescendo a 5% e 4%, respectivamente. As Américas registraram crescimento de 3% nas chegadas no período de seis meses, impulsionadas pela América do Sul (+ 7%) e América do Norte (+ 5%).

Na demanda, a França, o Reino Unido e a Federação Russa registraram aumentos de dois dígitos nos gastos externos. A Índia e a Coreia do Sul impulsionaram o crescimento na Ásia e no Pacífico, enquanto o principal mercado de origem do mundo, a China, relatou gastos semelhantes aos do mesmo período do ano passado.

A primeira metade do ano é responsável por cerca de 45% das chegadas anuais de turistas internacionais. O segundo semestre representa 55%, pois é três dias mais longo e inclui os meses de alta temporada do hemisfério norte de julho e agosto.

As expectativas para o restante de 2018 permanecem positivas, embora em um ritmo mais lento. De acordo com a última pesquisa do Índice de Confiança da ONU, o valor do índice para maio-agosto e as expectativas para setembro-dezembro são um pouco menores do que o valor do índice para janeiro-abril.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA