Europa vê otimismo em turista brasileiro e espera resultados

|

A Comissão Europeia de Viagens (ETC), a Associação Europeia de Turismo (ETOA) e a Eurail lançaram o Long-Haul Travel Barometer, estudo que mede o sentimento de pessoas ao redor do planeta quanto a realizar viagens para destinos na Europa. E, de acordo com a publicação, brasileiros e chineses são os mercados que demonstraram maior potencial na comparação entre este ano e o anterior.

A pesquisa destaca a mudança de governo no Brasil que, teoricamente, gerou um sentimento de otimismo em relação à economia e, consequentemente, às possibilidades de viagens em 2019. Porém, o mesmo relatório coloca em dúvida a força de tal sentimento, afirmando que a tendência econômica do País segue negativa.

De qualquer maneira, 39% dos entrevistados brasileiros disseram ter a Europa como destino prioritário para o período entre maio e agosto deste ano, superando em 4% o levantamento publicado em 2018. A gastronomia local, as paisagens naturais, e também as artificiais, apareceram como principais motivos para a escolha do continente, com Portugal e França sendo os países preferidos.

Já no caso dos chineses, os principais destinos citados foram os tradicionais França e a Alemanha, porém, Croácia, Itália, Hungria, Mônaco, Romênia, San Marino e Sérvia também tiveram destaque. No total, 54% dos entrevistados oriundos da China disseram que querem viajar para a Europa durante os meses mais quentes do hemisfério norte.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA