PESQUISAS E ESTATÍSTICAS

Veja as cidades mais preparadas para o futuro do Turismo

O Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), em parceria com a JLL, apresentou uma nova pesquisa global para avaliar o progresso de 50 cidades que buscam encarar de frente os desafios futuros do setor, já responsável por mais de 10% do PIB mundial e por um a cada cinco empregos gerados nos últimos cinco anos.

Reprodução/Pixabay
Nova York, nos EUA, foi considerada madura para o Turismo mundial
Nova York, nos EUA, foi considerada madura para o Turismo mundial
Segundo o levantamento, 45% dos 1,4 bilhão de turistas internacionais contabilizados em 2018 tiveram como destino uma grande cidade, sendo que, até 2050, os centros urbanos abrigarão cerca de 68% da população mundial. Como lidar com tal crescimento, mantendo a qualidade do local tanto para seus residentes como para seus visitantes?

Para guiar esse desenvolvimento, o WTTC definiu cidades em categorias:

ATORES EMERGENTES E DESENVOLVEDORES INICIANTES
Bogotá (Colômbia), Cairo (Egito), Nova Deli (Índia) e Istambul (Turquia) são exemplos de destinos em países emergentes que ainda não contam com um nível de preparo urbano adequado, necessitando de esforços para melhorias em infraestrutura, conectividade aérea e hotelaria. Problemas quanto à qualidade da água e ao tratamento de resíduos também foram levados em consideração.

ATORES MADUROS E DINÂMICAS EQUILIBRADAS
Nova York (Estados Unidos), Londres (Inglaterra), Auckland (Nova Zelândia), Berlim (Alemanha), Pequim (China), Osaka (Japão), Singapura e Hong Kong foram classificadas como cidades com infraestrutura urbana bem estabelecida com capacidade para receber grandes contingentes de turistas. As cidades listadas nesta categoria largam na frente pelo turista do futuro.

GESTÃO DE IMPULSO
Amsterdã (Holanda), Barcelona (Espanha) e São Francisco (Estados Unidos) foram consideradas áreas urbanas com grande desenvolvimento turístico nos últimos anos. Ao mesmo tempo que medidas de incentivo ao setor foram tomadas, o aumento no número de chegadas de visitantes também causa preocupação, principalmente pelo excesso em relação à capacidade de lidar com tal contingente.

Emerson Souza
Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC
Gloria Guevara, presidente e CEO do WTTC
“Estamos muito felizes pelo lançamento do Destino 2030, nosso primeiro guia de preparação para cidades que buscam uma maior participação do Turismo na economia. Através de uma metodologia única, avaliamos e oferecemos soluções para fomentar um crescimento sustentável do setor”, afirmou a presidente e CEO do WTTC, Gloria Guevara.

“As autoridades do setor turístico de grandes cidades mundo afora estão trabalhando arduamente para o futuro. No entanto, para que um centro urbano realmente prospere de maneira sustentável, planejadores, desenvolvedores, investidores, legisladores e grupos comunitários devem entender o quanto determinada metrópole está preparada para o futuro do Turismo e todos os desafios e oportunidades acoplados a ele”, completou.

Veja o estudo completo clicando aqui
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA