Conheça as tendências do comportamento do consumidor para 2022

|

Reprodução
Uma das tendências das empresas é simplificar o processo de compra em todos os ambientes
Uma das tendências das empresas é simplificar o processo de compra em todos os ambientes
Anualmente, a consultoria WGSN realiza uma previsão sobre o consumidor do futuro, mostrando quais serão seus desejos e o novo conceito de poder de compra. O estudo deste ano prevê três perfis de consumidores para os próximos anos: estabilizadores, comunitários e novos otimistas. Em 2022, um fator muito comum entre esses grupos será a necessidade de interação humana, gerada por propulsores como medo, dessincronização social, resiliência e otimismo radical.

Os estabilizadores priorizam o equilíbrio em todos os âmbitos da vida, buscando experiências de varejo simplificadas, compras tranquilas e relacionamentos transparentes com as marcas.

Os comunitários, por sua vez, querem redefinir a rotina agitada de trabalho e se acomodar em sua comunidade, passando a promover uma nova era centrada no localismo.

Já os novos otimistas estão em busca de momentos de alegria por se preocuparem com os níveis crescentes de medo e ansiedade.

SENTIMENTOS DO CONSUMIDOR

A sensação de medo está crescendo em escala global, como a ecoansiedade (preocupação com as consequências geradas pelo aquecimento global) e a incerteza econômica. Em uma pesquisa sobre o clima realizada pela WGSN em 2019, 90% dos entrevistados disseram se sentir inseguros sobre o futuro quando pensam na crise climática. Já o medo financeiro está crescendo devido ao contágio emocional, ou seja, as pessoas tendem a adotar e a imitar as emoções umas das outras.

Os mesmos avanços tecnológicos que garantem à sociedade níveis recorde de comodidade e de produtividade vêm criando uma sociedade dessincronizada, causando uma falta de interação consistente entre as pessoas. Os momentos comunitários que antes aconteciam nos mesmos horários, como ir ao trabalho, à academia e ao supermercado, estão desaparecendo cada vez mais rapidamente. Em tempos de incerteza, as pessoas anseiam por estabilidade e rotina, ainda que pareça que o inverso esteja ocorrendo.

A previsão da WGSN é que, em 2022, o otimismo radical deixe a negatividade para trás, trazendo uma sensação de alegria e prazer. Do mesmo modo, a resiliência (capacidade de resistir e se adaptar à mudança) está se transformando em uma prioridade emocional em todo o mundo. Portanto, os consumidores devem buscar a aceitação emocional, abrindo-se aos próprios sentimentos de modo autêntico.

COMO ATENDER O CONSUMIDOR DO FUTURO

De acordo com a WGSN, as empresas devem simplificar o processo de compra, tanto nas lojas quanto on-line, para tornar as vendas mais fluidas. Outra tendência de empresas inovadoras é investir em eventos de compras transmitidos ao vivo para promover as vendas e estimular o ROI em plataformas sociais. Além disso, os varejistas que disponibilizarem plataformas que permitam compras e entregas coletivas atrairão mais o público, assim como as marcas focadas nas entregas hiperlocais.

Clique aqui para conferir a previsão completa da WGSN sobre o Consumidor do Futuro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA