Influencers serão importantes na retomada do Turismo

|

Flickr/ State Farm
Para Global Data, millennial reiniciarão as viagens pós pandemia
Para Global Data, millennial reiniciarão as viagens pós pandemia
De acordo com pesquisa da Global Data, os jovens viajantes (até 40 anos) de classe média-alta serão cruciais para a retomada do Turismo por, provavelmente, serem os primeiros a embarcar em viagens internacionais. No entanto, a pesquisa também informou que 35% da geração Z (até 25 anos) e 48% da geração Y (25 a 40 anos) ainda estão extremamente preocupados com a pandemia do novo coronavírus.

Ai que entrarão os influenciadores digitais. Muitos influenciadores de viagens e Turismo são escolhidos por esse grupo de viajantes, e o que pensam e escrevem sobre suas experiências de viagem pode ser muito útil para o marketing de viagens e, portanto, serão indispensáveis para a recuperação do destino, se utilizados de maneira eficaz.

“Em meio à pandemia, os hábitos dos consumidores mudaram e a importância de ter uma presença efetiva nas mídias sociais aumentou. As organizações de gerenciamento de destino (DMOs) devem se envolver com influenciadores e operar em plataformas multicanais para garantir uma posição mais forte de recuperação”, afirmou a analista de viagens e Turismo da Global Data, Johanna Bonhill-Smith.

Em vez de uma imagem induzida trazida por um anúncio ou campanha de TV, uma percepção autêntica de um destino trazido por outro viajante provavelmente será mais credível. De acordo com o Destination Influencer Dashboard da Global Data, o Visit Greece e o Failte Ireland são dois dos principais classificados na rede. Ambas as DMOs utilizaram influenciadores em campanhas de marketing no passado para cativar os interesses dos viajantes, trazendo envolvimento em tempo real em todo o mundo.

O Twitter e o Youtube foram as plataformas mais usadas para campanhas de viagens durante o covid-19, mas é claro que plataformas como o Tik Tok também têm um potencial de marketing inexplorado. Algumas campanhas lançadas por DMOs, como #DreamNowVisitLater (Visit Norway), ganharam considerável interesse no Tik Tok e isso provavelmente reflete positivamente a percepção do destino entre os viajantes mais jovens.

“O tráfego nas mídias sociais aumentou drasticamente à medida que os consumidores utilizaram isso como uma ferramenta para escapar das restrições rigorosas da quarentena. É provável que certas mudanças se tornem duradouras, pois os indivíduos dependerão mais disso para aliviar as ansiedades e os influenciadores devem ser uma consideração importante nas estratégias de recuperação de viagens”, concluiu Bonhill-Smith.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA