Reino Unido desestimula viagens e "golpeia" retomada

|

Divulgação
O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido estendeu seu conselho contra todas as viagens, exceto as essenciais, a toda a Espanha; e isso foi um golpe para a recuperação do Turismo na Europa, segundo a Global Data. De acordo com a empresa líder em análise e dados, o Reino Unido representou quase um quarto (23,3%) de todas as chegadas internacionais à Espanha em 2019.

“O momento do anúncio do Ministério das Relações Exteriores não poderia ser pior para as empresas de Turismo. Julho e agosto são de longe os meses mais populares de viagens para turistas britânicos, pois são o pico do verão e se enquadram nas férias escolares de verão. Para a Espanha, e possivelmente mais mercados europeus a perder esse período vital, será devastador para suas empresas. Um verão sem turistas britânicos pode tornar extremamente difícil para muitas empresas sobreviver aos tranquilos meses de inverno", afirmou o analista de viagens e Turismo da Global Data, Ben Cordwell.

De acordo com Cordwell, o repentino anúncio do governo deixará os turistas britânicos nervosos em viajar para qualquer país, caso ocorra um aumento repentino de infecções por covid-19 e uma subsequente mudança repentina de regras. Os Resultados da Pesquisa de Consumidor de Recuperação da Global Data afirmam que 82% dos britânicos ainda estão extremamente ou bastante preocupados com a pandemia de coronavírus em andamento.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA