Turismo tem baixa intenção de compra on-line na black friday

|


Divulgação
Estudo da Conversion mostra que fechamento de fronteiras freia busca por viagens no período de descontos
Estudo da Conversion mostra que fechamento de fronteiras freia busca por viagens no período de descontos

A categoria de Turismo & Viagens está no fim da lista de preferência do consumidor brasileiro que pretende comprar on-line nesta black friday. Apesar da pandemia e da crise econômica por ela provocada, quase 6% dos brasileiros têm intenção de comprar em novembro devido às ofertas da data, mas deste montante o Turismo tem apenas 13% das intenções de compra. Segundo a Conversion, que realizou o estudo, o número baixo se deve à onda de contaminação pela qual passa a Europa.

Eletrônicos & Eletrodomésticos, Celulares e Moda & Acessórios lideram a lista, respectivamente. Segundo a Conversion, os dados corroboram a análise da consultoria americana McKinsey & Company, que aponta busca por melhorias na infraestrutura na própria casa nos próprios meses, com intuito de se entreter dentro do próprio lar, principalmente devido ao isolamento.

Reprodução
Reprodução Conversion
Reprodução Conversion
Com relação a valores, as categorias de produtos mais buscadas se relacionam intimamente com o quanto os consumidores estão dispostos a gastar na nova grande data do varejo. Mais de 47% dos consumidores estão dispostos a gastar entre R$ 500 e R$ 3 mil enquanto 34,8% pretendem gastar entre R$ 150 e R$ 500.

Fazendo o recorte de valores acima de R$ 1 mil esse número vai para 32,2% — o que representa quase um terço da população com intenção de compra.



Leia o estudo completo aqui
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA