Evento on-line discute o fortalecimento do Turismo em áreas naturais

|


Divulgação
Destino Natureza promoverá diálogo sobre o Turismo de natureza como forma de proteção do meio ambiente
Destino Natureza promoverá diálogo sobre o Turismo de natureza como forma de proteção do meio ambiente
A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza promove nos dias 3, 4 e 5 de novembro, das 10h às 12h, o evento on-line Destino Natureza – Turismo em Unidades de Conservação. O objetivo é promover o diálogo e aproximar diferentes públicos, estimulando o fortalecimento do Turismo em áreas naturais. Os interessados precisam fazer a inscrição para terem acesso à plataforma que concentrará as palestras e debates. A participação é gratuita e a inscrição pode ser feita pelo formulário do evento.

Voltado a gestores de unidades de conservação, empreendedores de serviços e produtos de Turismo, investidores, poder público, comunidades de entorno, promotores de Justiça, academia, organizações da sociedade civil, entre outros, o evento contará com a participação de especialistas em diferentes áreas para retratar o potencial transformador do Turismo em áreas naturais. Outros pontos a serem abordados são concessões e mecanismos de investimento para aprimorar serviços e instalações de unidades de conservação.

“O Turismo tem potencial para movimentar a economia, contribuir com a preservação da natureza e ainda promover o desenvolvimento das comunidades do entorno de unidades de conservação. Foi um dos setores mais afetados durante a pandemia, mas agora pode ser retomado gradualmente, com segurança. Diante do déficit de natureza que boa parte da população viveu nos últimos meses, as experiências ao ar livre e em áreas naturais têm ganhado cada vez mais importância”, afirma o gerente de Conservação da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário, Emerson Oliveira.

PROGRAMAÇÃO
No primeiro dia, o diálogo estará voltado para a conexão de destinos de natureza e a gestão de unidades de conservação com o mercado de Turismo. Entre os convidados, estão o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), Vinícius Viegas; e o gerente de Ciência e Conservação da Fundação Grupo Boticário, Marion Silva.

No segundo dia, a programação estará relacionada com o desenvolvimento socioeconômico e com estratégias de investimento em negócios do Turismo de natureza. Estão confirmadas para o debate a professora da Universidade de Brasília e CEO da consultoria Amplia Mundo, Jaqueline Gil; e a supervisora e coordenadora de projetos do Instituto Ekos Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.

Já no último dia do evento, o debate estará voltado para processos de concessões de serviços de uso público em unidades de conservação e para a atuação do Ministério Público no fortalecimento de áreas protegidas. Entre os convidados estão a procuradora de Justiça no Rio Grande do Sul e membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, Silvia Capelli; a chefe de departamento para Estruturação de Projetos de Concessões Socioambientais do BNDES, Camila Costa; o promotor de Justiça no Paraná e vice-presidente da Associação Brasileira dos Membros do Ministério Público do Meio Ambiente (Abrampa), Alexandre Gaio; a promotora de Justiça na Bahia e titular da Promotoria de Justiça Especializada de Meio Ambiente em Ilhéus, Aline Archangelo Salvador; e o promotor de Justiça em Minas Gerais e ex-coordenador regional de Meio Ambiente do Ministério Público mineiro, Marcelo Azevedo Maffra, que trarão suas opiniões e percepções sobre mecanismos legais, como concessões e compensação ambiental.

Para mais informações sobre o evento acesse o site da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA