Transações do Turismo caem na véspera da black friday 2020

|


Dreamstime

As compras de Viagens, Turismo e Companhia Aéreas caíram mais do que a metade às vésperas da black friday de 2020, apontam os dados compilados pela área de cartões do Itaú Unibanco. A empresa comparou as primeiras semanas de novembro deste ano e do ano passado e as transações por meio de cartões no setor foram as únicas que apresentaram queda.

Os dados vão ao encontro de estudo recente lançado pela Converse, que apontam queda na intenção de compra de viagens por meio do e-commerce na Black Friday.

Algumas variações se destacam, os setores relacionados ao bem-estar em casa foram os que mais aumentaram as vendas enquanto os setores relacionados a viagens foram os que mais reduziram:

- lojas de departamento e varejo em geral: +19%

- eletroeletrônicos e informática: +15%

- materiais de construção: +12%

- Turismo, Viagem e Companhias Aéreas: -53%

Para alguns segmentos, as compras on-line se tornaram ainda mais importantes. No mesmo período de novembro de 2019, apenas 11% das compras em restaurantes eram feitas por e-commerce, já em 2020 respondem por 26% do total. Nas lojas de roupas, a representatividade de vendas dos canais online dobrou para 22% do ano passado para cá.

CRESCIMENTO EM RELAÇÃO A ABRIL
Apesar da queda de 53% em relação ao período pré-Black Friday do ano passado, dados projetam uma retomada do otimismo do consumidor na comparação com o período pré-pandemia e, em relação a abril de 2020, o segmento já registra um crescimento de 282%.

*Atualizada em 27/11 às 12h20. Depois da publicação desta nota, o Itaú Unibanco enviou o dado de crescimento de 282% em relação a abril.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA