MERCADO

Derramamento de óleo no mar do Nordeste não impactou vendas da MSC


Alex Souza
O diretor de Vendas e Revenue da MSC no Brasil, Ignacio Palacios
O diretor de Vendas e Revenue da MSC no Brasil, Ignacio Palacios

HAMBURGO (ALEMANHA) - O derramamento de óleo no mar brasileiro, que atingiu diversas praias do Nordeste brasileiro, não teve impacto nas vendas da temporada 2019/2020 de cruzeiros marítimos por parte da MSC - os navios da companhia passarão por Ilhéus (BA), Salvador, Recife e Fortaleza.

"Nós estamos atentos à questão e conversando com autoridades", afirma o diretor de Vendas e Revenue da empresa no Brasil, Ignacio Palacios. "Até o momento não houve impacto nas vendas, principalmente porque os cruzeiristas da MSC compram, em média, com antecedência de quatro meses", complementa.

Com embarques inéditos em Itajaí, Santa Catarina, o MSC Sinfonia estará no Brasil na próxima temporada. Com isso, a companhia passará oferecer mais uma opção de embarque no País, principalmente para os brasileiros que moram na região Sul. O transatlântico se juntará ao MSC Seaview, MSC Fantasia e MSC Poesia, que estarão de volta ao Brasil.

Com esses quatro navios, a companhia terá uma oferta total de 117 mil cabines no período, um aumento de 15% em relação à temporada 2018/2019.

Para 2020/2021, a principal novidade da MSC será a ida do MSC Grandiosa, o maior navio da companhia, com capacidade para 6,3 mil passageiros. A embarcação realiza sua primeira viagem neste momento, em cruzeiro entre Hamburgo (Alemanha) e Southampton (Inglaterra). A empresa trouxe para o navio uma comitiva brasileira composta por cerca de 140 profissionais, entre agentes de viagens, jornalistas e convidados.

O MSC Grandiosa fará cruzeiros de sete noites entre Santos, Ilha Grande (RJ), Ilhéus (BA) e Salvador.

O Portal PANROTAS viaja a convite da MSC Cruzeiros

(ALEX SOUZA, especial para o Portal PANROTAS)
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA