EVENTOS

“Conteúdo” é chave para impulsionar redes sociais

Renato Machado
Marta Poggi e Borges, que palestrou na Vila do Saber, durante a 44ª Abav
Marta Poggi e Borges, que palestrou na Vila do Saber, durante a 44ª Abav
A tecnologia se tornou, na 44ª edição da feira Abav, de fato um tema a ser estudado e analisado a fundo. Na área de palestras e capacitações do evento, a Vila do Saber, um espaço abordará exclusivamente o tema durante os três dias de feira. Coube à consultora de Marketing e Turismo, Marta Poggi e Borges, a responsabilidade de inaugurar o local, com uma palestra sobre a lucratividade das redes sociais no mercado turístico.

“A era digital mudou completamente nossas premissas, principalmente nossas certezas”, iniciou a palestrante. “Há uma enorme diferença nas pessoas, no jeito que consomem, como viajam.”

Marta Poggi credita às novas tecnologias o surgimento de “clientes mais empoderados, que precisam menos de um especialista”. Uma mudança drástica que, porém, não alterou a forma de se desenvolver os roteiros. “A jornada do viajante não mudou, ela segue se iniciando na inspiração assim como antes. O que mudou é a forma de fazer isso, ao invés da sugestão do amigo, hoje é o Google”, afirmou.

É ao longo da inspiração e da pesquisa, diz a palestrante, “a fase que o agente tem mais influência sobre o cliente”. Por isso, é ideal levar a ele boa informação, que irá agregar às vontades de um possível cliente.

“Redes sociais não foram criadas para vender, foram criadas para relacionamento.” Essa conexão entre agente e consumidor pode ser melhor aproveitada, segundo Marta Poggi, com postagens que irão “solucionar problemas de clientes”, que “despertem emoções” ou que “agreguem valor”. A consultora reforça a ideia dizendo que “conteúdo é o fogo e a mídia social é a gasolina”.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA