Heathrow reduz custo de 3ª pista, e fica perto de aprovação

|

Divulgação
O Aeroporto Internacional de Heathrow está propondo mudanças em seu projeto para uma terceira pista, há ao menos um ano nos planos do governo. Segundo comunicado do aeroporto, as alterações podem resultar em uma economia de cerca de 2,5 bilhões de libras em relação ao custo inicial estimado do projeto, de 16,5 bilhões de libras; ou seja, o preço final fecharia nos 14 bilhões de libras.

O novo projeto só será divulgado detalhadamente em janeiro, mas algumas mudanças foram adiantadas pelo aeroporto. A principal delas envolve uma ampliação da capacidade dos Terminais 2 e 5, o que tornaria desnecessária a construção de um terminal completamente novo, algo previsto no projeto inicial.

Além disso, Heathrow prevê a introdução de novas tecnologias no processo de embarque dos passageiros, algo que deve "reduzir a quantidade de espaço necessária nos terminais para embarcar passageiros, sem comprometer a experiência".

Por fim, a terceira mudança no projeto prevista é o incremento, aos poucos, de capacidade nos demais terminais do aeroporto, "para melhor atender a crescente demanda".

Após o plano inicial gerar polêmicas quanto ao destino dos gastos, que poderiam cair nas mãos das aéreas - a British Airways chegou a ameaçar migrar seus voos para outros aeroportos da região, caso isso acontecesse - o aeroporto de Heathrow afirmou que as mudanças do projeto foram desenvolvidas "em estreita cooperação" com as companhias e que, se aprovadas, manteriam as taxas aeroportuárias "perto dos níveis atuais".

Segundo o site Buying Business Travel, o governo britânico planeja realizar uma votação na câmara legislativa durante o primeiro semestre de 2018 para finalmente aprovar a construção de uma terceira pista em Heathrow, em detrimento a uma segunda pista no aeroporto de Gatwick.

"O secretário de Estado nos propôs o desafio de entregar um aeroporto expandido para a Grã-Bretanha, mantendo as taxas de passageiros próximas dos níveis atuais. Já identificamos possíveis economias de 2,5 bilhões de libras no projeto, e estamos cada vez mais confiantes de que podemos enfrentar o desafio da acessibilidade da construção", afirmou a diretora executiva de Expansão do Aeroporto de Heathrow, Emma Gilthorpe.

"Estamos ansiosos para apresentar opções detalhadas sobre como tornar isso possível em nossa consulta em janeiro, e enquanto isso continuaremos trabalhando para reduzir o custo da expansão, não comprometendo nossos compromissos locais", finalizou Emma.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA