AEROPORTOS

Aeroporto de Foz (PR) faz 45 anos, e terá ampla expansão

Divulgação Infraero
Aeroporto recebe cerca de 2,2 milhões de visitantes anualmente, e deve contar com larga expansão nos próximos dois anos
Aeroporto recebe cerca de 2,2 milhões de visitantes anualmente, e deve contar com larga expansão nos próximos dois anos
O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (PR), responsável por receber cerca de dois milhões de visitantes anualmente, completará 45 anos de operações neste domingo (7).

Para o superintendente do aeroporto de Foz, Joacir Araújo dos Santos, o aeroporto é peça chave para a manutenção e crescimento do Turismo local - lembrando que a cidade é a terceira mais visitada no País por estrangeiros, segundo o Ministério do Turismo. "O terminal é peça fundamental para sustentar essa indústria, visto que ele é responsável pela maior parte da movimentação de pessoas que chegam à cidade", afirma Santos;

Com capacidade total para receber 2,8 milhões de passageiros anualmente, o aeroporto iguaçuense registrou em 2017, 2,2 milhões de viajantes. Quatro companhias aéreas operam no terminal: Gol, Latam, Azul e Avianca Brasil, que ligam Foz do Iguaçu a Curitiba (PR), São Paulo (SP), Campinas (SP), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC), Confins (MG) e Lima, no Peru, o único destino internacional conectado diretamente à cidade.

EXPANSÃO PREVISTA
Prevendo um aumento constante na demanda de viajantes, o aeroporto deve iniciar neste ano uma reforma e expansão de sua infraestrutura. O terminal único de passageiros passará de 17 mil para 20 mil metros quadrados, e a sala de embarque será ampliada para mais de três vezes seu tamanho atual, saltando de 971 mil para 3,2 mil metros quadrados. A área de desembarque irá quase dobrar, passando de 996 para 1,8 mil metros quadrados, e os espaços de check-in serão expandidos em 86%.

Um contrato para reforma foi fechado em dezembro com a Sial Construções Civis, empresa que venceu a licitação para as alterações, e o prazo para finalização das obras é de 675 dias contados a partir da assinatura da ordem de serviço inicial - ou seja, as obras devem ser concluídas até o final de 2019.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA