Agências de lazer ganharão dados qualitativos em 2017

|

Divulgação/Abav
Edmar Bull, presidente da Abav Nacional
Edmar Bull, presidente da Abav Nacional

O setor de viagens de lazer deve ganhar dados mais apurados a partir deste ano. O presidente da Abav Nacional, Edmar Bull, reiterou a importância das agências de viagens filiadas a reunirem com urgência informações para composição do banco de dados iniciado ano passado com o Recadastrabav, dando assim continuidade do Censo Big Data Abav. Dessa maneira, o segmento de lazer teria um quadro esmiuçado sobre faturamento, arrecadação de impostos, geração de divisas e empregos no Brasil, tal como a Abracorp faz com suas afiliadas no corporativo.

“Esta é uma ação em que trabalharemos com prioridade ao longo do primeiro semestre, para que possamos chegar ao final de 2017 com nossa meta de crescimento alcançada, com base em números reais, sem conjecturas ou especulações”, afirmou Edmar Bull. O presidente da Abav Nacional trouxe o assunto à tona no blog Espaço Abav, no Portal PANROTAS, que também usou para debater uma polêmica que movimentou o setor na semana passada: o grande número de feriados prolongados no calendário de 2017.

Após muitas críticas do trade sobre a passividade das autoridades a respeito do tema, Edmar Bull garantiu que desde o início da temporada vem reforçando o quanto a economia do País ganha com os feriados sob a ótica da indústria do Turismo. “Ganham as agências de viagens, as operadoras, os hotéis, companhias aéreas, cruzeiros marítimos e todos os demais integrantes da cadeia produtiva do setor, que de acordo com o Ministério do Turismo movimenta diretamente para a economia do País R$ 182 bilhões”, afirmou o especialista.

Curta, comente e compartilha você também. Confira o post completo clicando aqui.

Para saber tudo sobre o 2017 de feriados no Brasil, acompanhe a leitura do JP 1.250, Especial Escapadas. Clique aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA