AEROPORTOS

Iata alerta sobre modelo de concessão de aeroportos

Netto Moreira
O diretor da Iata, Carlos Ebner, em seminário sobre gestão aeroportuária, em Brasília
BRASÍLIA – O diretor da Iata, Carlos Ebner, apresentou a entidade, que reúne cerca de 240 empresas aéreas, aos participantes do Airport Infra Expo, evento que debate a gestão aeroportuária hoje e amanhã, em Brasília. Falando após o ministro de Aviação Civil, Eliseu Padilha, que afirmou que novas concessões de aeroportos deverão acontecer no próximo ano – com mudanças no modelo, entre elas a possível redução na participação da Infraero –, Carlos Ebner ressaltou que as concessões merecem uma “bandeira amarela”.

“Todos lembram o período de crise na infraestrutura aeroportuária que o Brasil viveu, tendo como resultado as concessões dos aeroportos à iniciativa privada”, lembrou o diretor da Iata. “No entanto, é preciso levantar uma bandeira amarela para esse modelo de concessão. À Iata não interessa se o aeroporto é público ou privado, mas os vultosos investimentos realizados não podem onerar ainda mais o setor aéreo”, ressaltou. “Não há empresa aérea sem aeroporto, mas também não há aeroporto sem companhia aérea. Muitas vezes as empresas aéreas são esquecidas na hora de debater sobre o desenvolvimento dos aeroportos”, lamentou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA