UE inclui 3 aéreas em "lista negra" de proibidas na região

|

Allan Martins Antunes/Airliners
Avião da TAAG Angola, uma das companhias que aparecem na lista
Avião da TAAG Angola, uma das companhias que aparecem na lista

Foi divulgada, na última quinta-feira (8), uma atualização da "lista negra" das companhias aéreas proibidas de operar, ou com restrições de operação, dentro dos países da União Europeia. A lista é composta por 193 companhias que não cumprem com os padrões internacionais de segurança.

A decisão foi tomada em caráter unanime por especialistas durante o Comitê de Segurança Aérea da UE, que se reuniu entre os dias 22 e 24 de novembro. O critério de avaliação foram as normas de segurança da Organização de Aviação Civil Internacional.

As mudanças na nova lista incluem a retirada de todas as companhias certificadas do Cazaquistão, além da inclusão da iraniana Iran Aseman Airlines. A Iraqi Airways (Iraque) e a Blue Wing Airlines (Suriname) também foram, adicionadas na lista de proibições.

As companhias aéreas que não estão banidas, mas poderão atuar somente com restrições e certos tipos de aeronaves são as Afrijet and Nouvelle Air Affaires SN2AG (Gabão), Air Koryo (Coréia do Sul), Air Service Comores (Comores), Iran Air (Irã) e TAAG Angola Air (Angola).

Ainda será feita uma avaliação da Comissão Europeia para determinar formas mais eficazes de melhorar a segurança do passageiro contra companhias inseguras.


*Fonte: Jornal do Ar

conteúdo original: goo.gl/sCsqzicontent_copyCopy short URL
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA