United e Avianca estreitam relações pelo mercado latino

|


Divulgação

Parceiras na Star Alliance, United Airlines e Avianca Brasil se movimentam para aprofundar sua relação comercial. Em comunicados nesta manhã, ambas as aéreas confirmaram a vontade de estreitar relações e expandir seus negócios. Além disso, a Avianca Brasil também comunicou ter recebido uma proposta de capitalização da Synergy Aerospace, atual acionista majoritário da Avianca Holding, com o intuito de integrar as operações das aéreas de mesmo nome.

A United Airlines parece querer expandir suas rotas para a América Latina pelas operações da Avianca – tanto a colombiana, Avianca Holding, quanto a brasileira, Avianca Brasil. “United e Avianca possuem uma longa história de parceria por meio da Star Alliance e estamos ansiosos para aprofundar essa cooperação visando entregar um serviço ao consumidor ainda melhor”, afirmou o presidente da aérea norte-americana, Scott Kirby.

O executivo da United mostra que a companhia, com a possível parceria, busca focar na expansão de suas rotas operadas. “Aprofundar nossa relação nos permite expandir a Star Alliance e as parcerias estratégicas na região enquanto continuamos a construir uma boa malha na América Latina”, afirmou. Em comunicado, a Avianca Holding disse que “a direção da Avianca autorizou a empresa a realizar todas as análises e etapas necessárias para a potencial aliança estratégico-comercial com a United Airlines”.

A Synergy Aerospace, principal acionista do conglomerado Avianca, estaria disposta, segundo a aérea, a capitalizar o grupo em uma rodada de negócios que chegaria aos US$ 200 milhões. O comunicado colombiano ainda garante que faz parte da tomada de decisão da Synergy o interesse em combinar eventualmente as operações da Avianca Holding e da Avianca Brasil, hoje independentes. “Esta capitalização evidencia a confiança do Synergy Aerospace no setor aéreo brasileiro e na Avianca Brasil, e nos prepara para uma expansão a novos mercados”, celebra o presidente da Avianca Brasil, Frederico Pedreira.

Pela proposta, acionistas atuais da empresa poderiam participar do negócio, que visa “gerar valor para seus respectivos clientes e acionistas, por meio de sinergias e economias de escala”, como informa a Avianca Brasil. “A melhora consistente nas métricas operacionais publicadas recentemente, acrescida pela possível aliança United/Avianca e a proposta de capitalização da Synergy solidificam a estratégia de fortalecer as atividades para os próximos anos”, afirma o presidente da Avianca Holding, Hernán Rincón.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA