"Toda aviação nacional" reúne-se até domingo no 1º Ibas

|

Maria Izabel Reigada
Da Embraer, Nelson Salgado, com o secretário de Aviação Civil do Ministério do Transporte, Dario Lopes; o presidente da Anac, José Ricardo Botelho; Fang Liu, da Icao; a presidente da Sator, Paula Faria, organizadora do evento; o presidente do Rio Galeão, Luiz Rocha; Francisco Lyra, do Instituto Brasileiro de Aviação; e o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz
Da Embraer, Nelson Salgado, com o secretário de Aviação Civil do Ministério do Transporte, Dario Lopes; o presidente da Anac, José Ricardo Botelho; Fang Liu, da Icao; a presidente da Sator, Paula Faria, organizadora do evento; o presidente do Rio Galeão, Luiz Rocha; Francisco Lyra, do Instituto Brasileiro de Aviação; e o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz

O único número modesto no International Brazil Air Show, inaugurado agora, no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, é sua edição: a primeira. A partir desta tarde, mais de 70 painéis serão realizados, com 250 palestrantes, em sete diferentes seminários, entre eles o Landings Latin America, realizado em parceria entre a Sator, idealizadora do Ibas, e a PANROTAS.

A feira de exposições ocupa área de 50 mil metros quadrados do Terminal 1 do Galeão, que deverá receber 80 mil visitantes até domingo. Segundo a presidente da Sator, Paula Faria, foram R$ 3 milhões em investimentos para a realização do evento, para o qual estão cadastrados mais de três mil representantes de companhias aéreas. “Nosso objetivo é trabalhar pelo desenvolvimento da aviação no Brasil”, defende Paula.

Mas foi do secretário nacional de Aviação Civil do Ministério do Transporte, Portos e Aeroportos, Dario Lopes, que veio uma das melhores definições deste primeiro Ibas. “Toda cadeia de aviação civil está reunida aqui. Este será o cenário de interlocução ampla e transparente entre todos esses envolvidos no desenvolvimento da aviação civil”, disse, na cerimônia de abertura. “Para nós, do Ministério do Transporte, este evento será referência no auxílio para a formatação de políticas públicas”, defendeu.

De acordo com a Sator, a expectativa do evento é gerar negócios da ordem de R$ 1 bilhão em seus cinco dias de realização. A organizadora classificou o Ibas 2017 como o maior evento nacional após a Olimpíaada do Rio de Janeiro, além de ser o primeiro de seu gênero no Brasil. Entre os seminários que ocorrem na tarde de hoje estão o de Tecnologia e Inovação para Aeroportos, idealizado em parceria com a Secretaria de Aviação Civil (SAC), e o Women in Aviation. Até sexta-feira, o evento é exclusivo para profissionais.

*Maria Izabel Reigada, especial para o Portal PANROTAS
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA