AEROPORTOS

Com novas tarifas, aéreas dos EUA incrementam receitas

Pixabay
O movimento de segmentação de clientes e novas tarifas para as classes econômicas que tem sido implementado por companhias aéreas nos Estados Unidos tem gerado resultados positivos em relação às receitas.

De acordo com o site Tnooz, as companhias norte-americanas estão no processo de dividir suas classes econômicas em segmentos como econômica, econômica básica e econômica premium. No caso da Delta Air Lines, por exemplo, as tarifas da companhia para os segmentos econômicos incrementaram em 40% as receitas no trimestre. Uma vez que a mudança se expande para novos mercados, a distribuição da Delta consequentemente é incrementada.

Para a American Airlines, o novo produto de classe econômica básica é uma oportunidade para combinar qualquer tarifa que seja introduzida em seus mercados. Em janeiro, a companhia anunciou a econômica básica em voos de determinados destinos. A tarifa estará disonível em todos os mercados domésticos da companhia até o final de setembro, segundo o Tnooz.

A United, por sua vez, espera que a segmentação gere uma contribuição de US$ 1 bilhão até 2020. A companhia lançou seu produto básico para a classe econômica em todos os mercados domésticos.


*Fonte: Tnooz

conteúdo original: http://bit.ly/2uOwHXU
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA