2017 já é melhor ano internacional para aéreas brasileiras

|


Emerson Souza
Latam lidera operações internacionais entre as empresas aéreas da Abear
Latam lidera operações internacionais entre as empresas aéreas da Abear
As operações internacionais das quatro associadas da Abear (Avianca Brasil, Azul, Gol e Latam), segundo estatísticas divulgadas hoje, abrangem atualmente cerca de 30% do mercado. A parcela restante é detida por empresas internacionais. Entre as brasileiras, a Latam liderou em novembro, com 71,37% das operações (entre as operadoras nacionais), seguida de Azul, com 11,87%; Gol, com 10,69%; e Avianca Brasil, com 6,08%.

A demanda por viagens de e para o Exterior por companhias brasileiras teve no mês uma alta de 6,77% na comparação com novembro de 2016; é o 14º mês seguido que o indicador apresenta crescimento.

Na mesma base de comparação, a oferta teve um aumento maior, de 9,62%. A adição de capacidade em maior proporção do que o crescimento da demanda levou a uma retração de 2,20 pontos percentuais do fator de aproveitamento, que foi de 82,72% no mês. No total, foram transportados 691,7 mil passageiros em voos internacionais pelas aéreas brasileiras em novembro, um crescimento de 11,77%.

No acumulado do ano, até o mês de novembro a demanda por voos internacionais já havia crescido 12,28% na comparação com os mesmos 11 meses 2016; a oferta aumentou um pouco menos, 10,52%. O fator de aproveitamento ficou em 85,04%, uma ligeira melhora de 1,34 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano anterior. Já o número de passageiros transportados nestes voos somaram 7,6 milhões, 11,60% a mais que no ano passado.

Mesmo sem o acréscimo dos dados de dezembro, 2017 já é "o melhor ano da aviação internacional entre as aéreas brasileiras em todos os tempos", segundo a Abear.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA