Inspiração: 10 artigos campeões de leituras no Linkedin

|

Dreamstime
O Linkedin acaba de divulgar a Top Voices, lista que reúne os brasileiros que mais se destacaram na rede social nos últimos 12 meses por meio de seus artigos.

O ranking reúne usuários comuns, que não foram contratados pelo Linkedin para escrever, e os temas abordados nos textos são os mais variados possíveis, envolvendo assuntos que vão desde carreira, marketing, inovação e mercado de trabalho até tecnologia, empoderamento feminino, educação, entre outros. Em meio a 27 milhões de perfis de brasileiros, estes artigos se destacaram por terem o mesmo objetivo: estabelecer o diálogo com os leitores, ganhando voz ativa na plataforma.

Para quem ainda não se aventurou a escrever no site, a dica é estar em dia com os assuntos mais quentes. "O usuário não deve fugir do que está acontecendo no mundo e deve levar em conta que a sua experiência é única, assim como seu ponto de vista”, afirmou ao Portal Exame o editor do Linkedin, Guilherme Odri. Segundo ele, casos de plágio são raros, mas ocorrem. Para promover artigos na Pulse, plataforma de divulgação do Linkedin, o site exige que o usuário seja original e publique apenas textos com fotos. Depois disso, é só torcer para chover acessos.

Confira a seguir a lista dos vencedores:

1- Marc Tawil|
Divulgação/Linkedin
O diretor criativo da Tawil Comunicação escreve sobre questões que, na sua ótica, "merecem ser tratadas com mais atenção, respeito e coerência". Seu melhor artigo desse ano foi "A sua pontualidade diz muito sobre você. A sua impontualidade, mais ainda". Ao publicá-lo, Tawil percebeu que uma angústia sua era um problema muito mais profundo, social e cultural, que incomoda milhões de pessoas. O artigo teve mais de três milhões de leituras em nove meses.

2- Michel Lent Schwartzman
Divulgação/Linkedin

O sócio na Lent/AG costuma dividir com os leitores o seu dia a dia profissional e insights sobre o mercado e a comunicação digital. Seu melhor artigo esse ano foi "Quando em queda livre, admire a oportunidade", que fala sobre crise estrutural e conjuntural pela qual passamos – e do aspecto das oportunidades que existem nesses momentos.

3 - Matheus de Souza
Divulgação/Linkedin
Growth Hacker e sócio do Projeto CR.U.SH, ele escreve sobre empreendedorismo, marketing digital, criatividade e produtividade. Sua ideia é ajudar pessoas e empresas a resolverem problemas através de life & growth hacks. Seu melhor artigo esse ano foi "Um papo sobre confianças e bundas moles". Segundo o jovem, "os leitores fugiram dos comentários padronizados e se abriram mais".

4- Flávia Gamonar
Divulgação/Linkedin
A pesquisadora doutoranda, professora e co-founder da Content Review costuma tratar de assuntos relacionados a carreira, marketing, empreendedorismo e inovação. O objetivo da autora é ser "o mais real e humana possível", e seu melhor artigo esse ano foi "Para todos aqueles que já choraram escondido no banheiro da empresa", que fala sobre a infelicidade no trabalho. O texto teve mais de 500 mil views.

5- Olívia Bulla
Divulgação/Linkedin
A especialista em economia e mercado financeiro costuma fazer um resumo diário sobre o que acontece de mais importante no mercado financeiro e na economia nacional e internacional. Seu melhor artigo esse ano foi "Dia de festa?", produzido para a série especial do LinkedIn #DaquiPraFrente e publicado no dia da abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

6- Think Olga
Divulgação/Linkedin
A co-fundadora do Think Eva e project manager no Think Olga costuma escrever sobre questões de igualdade de gênero e marketing consciente, e seu melhor artigo esse ano foi "O machismo mora nos detalhes", em que Nana aproveita o gancho de uma capa de revista com a ex-presidente Dilma Rousseff para explicar aos leitores o conceito de gaslighting – a violência emocional por meio de manipulação psicológica.

7- Paulo Fernando Silvestre Jr.
Divulgação/Linkedin
O executivo de mídias digitais, professor e palestrante costuma escrever sobre a forma como a cultura digital e seus efeitos sobre as pessoas e as empresas transformam a mídia, o marketing, o varejo, a educação e a maneira como as pessoas se relacionam entre si e com todo tipo de informação. O melhor artigo de Silvestre esse ano foi "Não entre na onda da fábrica de ódio das redes sociais". "Fiquei muito feliz com o debate que se criou em torno do artigo, com uma boa participação do público, incluindo alguns comentários que agregaram muito a todos os envolvidos", afirmou o autor.

8- Eden Wiedmann
Divulgação/Linkedin
O head de Planejamento da Cumbuca Serious Business costuma abordar e comentar novidades sobre comunicação e atualidades. Seu melhor artigo nesse ano foi "Abordando o submundo do WhatsApp". "Esse texto ajudou muita gente a perceber que existe um universo além de sua zona de conforto", conta Wiedmann.

9-Murillo Leal
Linkedin/Divulgação
O jornalista que escreve o Casal do Blog costuma assinar artigos que aproximam a juventude das questões do mercado de trabalho. Seu melhor texto esse ano foi "Ter emprego para pagar contas não faz sentido", texto mobiliza os leitores a realizarem mudanças em suas vidas. "Eu acho que com esse artigo tive um feedback de identificação muito grande com as pessoas", conta Leal.

10- Marina Menezes
Divulgação/Linkedin
A editora executiva do Nexo Jornal escreve todas as manhãs um resumo com as principais notícias do dia. Este ano seu melhor texto foi um artigo "Acidente de avião na Colômbia. Para Temer, qualquer 'fatozinho' abala o país. Votações na Câmara e no Senado, e mais", que falava, entre outros temas, sobre a queda do avião da Chapecoense.

A lista completa pode ser conferida aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA