Agilidade, serviço e economia: a tecnologia para a Royal

|

A tecnologia é um dos pilares em que a Royal Caribbean quer construir seu futuro. Se engana quem acha que a estratégia se restringe à experiência do passageiro. Esta, evidentemente, é uma das maiores preocupações, mas a armadora quer mostrar que, na indústria de cruzeiros, a busca por inovações ainda é um mar a ser explorado – para manter o trocadilho no universo da empresa.

"O ritmo das mudanças é incansável, como nós", afirma o presidente e CEO da Royal Caribbean, Richard D. Fain. "Estamos reunindo diversas tecnologias para aprimorar cada faceta de nossos negócios, cada minuto das férias de nossos passageiros e cada centímetro dos navios que construímos”, completa.

A proposta da companhia é utilizar inovações tecnológicas para aprimorar a oferta de serviços, agilizar processos e ser mais sustentável. "Todo ano, milhões de passageiros confiam a nós algo muito precioso: suas férias", diz o executivo. "Para fazer jus a essa confiança, trabalhamos para superar suas expectativas a cada oportunidade, do planejamento da viagem ao embarque em nossos navios, nos dias no mar ou de excursões em terra, em cada local de refeição, recreação e entretenimento.”

Divulgação/Royal Caribbean
Royal testa uma experiência de jantar baseada em realidade virtual (e comida de verdade)
Royal testa uma experiência de jantar baseada em realidade virtual (e comida de verdade)
PODER AO PASSAGEIRO
O vice-presidente sênior da Royal, Jay Schneider, comenta que "nossa visão é tornar a experiência do passageiro personalizada, divertida e sem inconvenientes". Para isso, a armadora quer processos mais ágeis: “o tempo gasto em filas, esperando por seu prato, por suas bagagens, por uma mesa ou pela reserva de uma excursão, é um tempo a menos para seu descanso”, complementa o VP.

Na prática, a Royal colocará em prática tecnologias como o reconhecimento facial no embarque – acabando com filas e gerenciando automaticamente o check-in –, etiquetagem RFID, mapeamento por GPS e o suporte da realidade virtual em jantares, por exemplo.

O uso dos smartphones, no entanto, é a grande aposta. "Nosso novo aplicativo fará com que agendar e planejar suas férias do conforto de sua casa ou com um agente de viagens seja mais simples do que nunca. A bordo, você poderá percorrer nossos navios com mapas e guias interativos, explorar a embarcação com recursos legais como visão de raio-X, ou pedir bebidas que podem ser levadas aonde você estiver no navio”, explica Schneider.

A companhia já iniciou a implementação de algumas dessas tecnologias e prevê que, até o final de 2018, mais de 30% da frota já esteja apta a utilizar o novo app.

Divulgação/Royal Caribbean
Iluminação e temperatura das cabines poderão ser alteradas por app no celular
Iluminação e temperatura das cabines poderão ser alteradas por app no celular
TRIPULAÇÃO BEM INFORMADA
Ao mesmo tempo que o passageiro terá mais liberdade, a tripulação estará melhor informada para servir. Inovações no aplicativo também chegam para os profissionais, que poderão informatizar processos burocráticos na chegada dos viajantes, rastrear a entrega das malas nas cabines e se antecipar às necessidades dos passageiros ao longo da viagem.

"Periodicamente recebemos dos passageiros uma pontuação de satisfação, com os líderes de cada setor – o que é, antes de mais nada, um tributo ao trabalho excepcional realizado diariamente por nossas equipes", afirma o CEO Fain. "Para continuar melhorando, colocaremos mais capacidade de encantar e surpreender os passageiros nas mãos de nossos tripulantes, mesmo quando os ajudamos a lidar melhor com os desafios especiais de estar longe de casa e da família.”

Divulgação/Royal Caribbean
O encontro do Sea Beyond foi realizado em Nova York
O encontro do Sea Beyond foi realizado em Nova York
FROTA MAIS SUSTENTÁVEL
A melhora da eficiência energética é a principal contribuição que a tecnologia poderá dar à frota da Royal Caribbean no futuro próximo – reduzindo custos operacionais e emissões de poluentes. "Estamos focados em conduzir um negócio ambientalmente sustentável. Testar novas formas de mover nossos navios faz parte de nosso amplo compromisso em sermos uma líder ambientalmente responsável", comenta Richard D. Fain.

Historicamente, a cada nova geração de navios, a Royal Caribbean aprimora sua eficiência energética com tecnologias de iluminação, aquecimento e resfriamento, ou com designes mais inteligentes, que, por exemplo, diminuem o arrasto da água no casco da embarcação.

Estas e outras novidades foram divulgadas durante o Sea Beyond, evento promovido pela Royal Caribbean para debater o futuro da indústria de cruzeiros. Confira abaixo o vídeo com imagens das novidades e entrevistas com executivos (em inglês):



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA